30 abril, 2014

Korma de camarão

A cozinha indiana é uma das minhas perdições...
Perco a conta à quantidade de frascos e frasquinhos que tenho cheios (ou nem por isso!) das mais variadas especiarias e que preenchem um dos armários da cozinha ou à quantidade de receitas que gostaria de experimentar e me fazem suspirar mal vejo a foto ou começo a percorrer a lista de ingredientes!
E a pensar nisso mesmo, hoje trago-vos esta receita exótica.




Ingredientes:
400g camarão Vannamei 
50ml iogurte natural
1 c. chá paprika
1 c. chá garam masala
1 c. sopa de pasta de tomate
60ml de leite de coco
1 c. chá piripiri Sabor Bio
150ml água
1 c. sopa óleo
3 alhos picados
1 c. chá gengibre em pó
1 pau de canela 
3 vagens de cardamomo
Sal q.b.
Coentros picados q.b. (opcional)


Preparação:

- Descongele, descasque e reserve o camarão.
- Numa taça, misture o iogurte com a paprika, garam masala, pasta de tomate, leite de coco, piripiri em pó, gengibre e a água, tempere com sal e misture bem os ingredientes. Reserve.
- Num wok ou tacho, aqueça o óleo e junte o alho, pau de canela e vagens de cardamomo, tempere com sal e deixe fritar em lume baixo por 2 minutos.
- Junte a mistura de especiarias reservadas, deixe levantar fervura e mexa ocasionalmente.
- Adicione o camarão e deixe cozinhar, mexa frequentemente de forma a que o molho comece a engrossar.
- Quando estiver pronto, junte os coentros, envolva e sirva.
- Acompanhe com arroz basmati.




Fonte - Receita traduzida e adaptada do livro "The world´s greatest-ever Curries"

29 abril, 2014

Creme de limão

Hoje, trago-vos uma sobremesa simples e fácil de preparar, muito leve e com uma contraste interessante de sabores: doce e ácido.
Confesso que não sou uma grande apreciadora de sobremesas ou doces com sabor a limão, gosto de usar limão para temperar ou se quero dar um toque de acidez a algum prato, mas sobremesas com sabor a limão é algo que não me seduz. Mas a minha mãe adora limão! Seja para temperar, sumo, gelados ou sobremesas, ela delicia-se... Por isso, decidi fazer esta sobremesa especialmente para ela e se, tal como ela, forem apreciadores de limão e de sobremesas com um sabor contrastante, certamente vão adorar.




Ingredientes:
100g açúcar
Casca de meio limão
450g leite magro
3 gemas 
30g amigo de milho
100g sumo de limão
Açúcar demerara q.b. p/ caramelizar




Preparação:
- Coloque no copo o açúcar e a casca de limão, triture 10seg, Vel 9.
- Adicione o leite, as gemas e o amido de milho, programe 6min, Temp 90º, Vel 4.
- De seguida, programe 1min, Temp 90º, Vel 4 e através do bocal da tampa adicione o sumo de limão em fio. 
- Distribua o creme por taças, deixe arrefecer e no momento de servir polvilhe com açúcar demerara e queime a superfície com um maçarico.


Fonte - Receita ligeiramente adaptada da revista Momentos de Partilha nº 40 (Março 2014)

28 abril, 2014

Beringela recheada

Existem imensas vantagens em fazer receitas de legumes recheados, para mim a principal é a quantidade de recheios que podemos inventar, inclusivamente aproveitando as sobras de outras receitas ou alimentos que possam já estar a ficar demasiado maduros, o que também acaba por traduzir-se em receitas bastante prácticas e económicas.
E neste caso, se quiserem uma versão vegetariana, basta retirarem o presunto.




Ingredientes:
2 beringelas
2 c. sopa azeite 
1 cebola, picada
2 dentes de alho, picados
1 tomate, em cubos
50g azeitonas pretas, às rodelas
Oregãos q.b.
75g presunto em em cubos
Queijo mozzarella ralado q.b
Parmesão q.b.


Preparação:

- Corte as beringelas ao meio, com a ajuda de uma colher raspe o centro fazendo uma cavidade, tempere com sal e deixe repousar cerca de 20 a 30 minutos para que a beringela largue a água.
- Pré-aqueça o forno a 180º.

Numa frigideira grande ou tacho, refogue a cebola e os alhos picados, depois junte o tomate as azeitonas.
- Tempere com sal e pimenta, junte os oregãos e o presunto em cubos, envolva e deixe cozinhar durante cerca de 5 minutos. Rectifique os temperos e retire do lume.
- Recheie as beringelas com a mistura, coloque-as numa tabuleiro de ir ao forno e por cima coloque os queijos ralados.
- Leve ao forno durante cerca de 20 minutos.

25 abril, 2014

Sugestão para o fim de semana #7

Bom fim de semana!



A Câmara Municipal de Mértola promove mais uma edição da Feira do Mel, Queijo e Pão nos dias 25, 26 e 27 de Abril
O certame, que já conta com 16 edições, mostra o que de melhor se produz no concelho e, além dos produtos tradicionais de elevada qualidade, como o pão, o mel, o queijo, os enchidos e os vinhos de Mértola, a Feira apresenta um programa recheado de música.


A cidade de Alverca vai receber nos próximos dias 25, 26 e 27 de Abril, no pavilhão do Futebol Clube de Alverca a Feira do Chocolate. Para além da feira do chocolate, o espaço irá contar também com várias actividades como showcooking, workshops e demonstrações culinárias!
As entradas são gratuitas por isso não falte a esta oportunidade de adoçar a sua boca!

Pernas de frango com caril e gengibre

Desde criança que me recordo de adorar comer frango assado! Quer fosse o frango assado de churrasco ou em algum restaurante, mas especialmente o frango assado feito em casa... acho que é algo reconfortante a sensação do forno ligado e o aroma do frango que se espalha pela cozinha.
Claro que ao longo do tempo, começamos a apreciar outras formas de cozinhar (e principalmente comer) frango assado e uma das formas que eu mais gosto é adicionar algumas especiarias, com pouco esforço o resultado pode ser delicioso.




Ingredientes:
6 perninhas de frango
1 c. chá gengibre em pó Margão
1 c. sopa de caril em pó Margão
Sumo de 2 limas
Azeite q.b.
Sal q.b.
Pimenta q.b.


Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 200º.
- Numa taça, misture o gengibre, o caril e o sumo das limas.
- Coloque as perninhas de frango numa tabuleiro para forno.
- Deite a mistura por cima das perninhas de frango, envolva e tempere com sal e pimenta. Por cima, deite um fio de azeite.
- Leve ao forno durante cerca de 20 minutos.
- Acompanhe com cuscuz.




Fonte - Receita adaptada da revista Continente Magazine nº 38

24 abril, 2014

Risotto de bacon e alho-francês

Adoro risotto e por isso de tempos a tempos lá experimento uma receita nova!
Uma combinação de sabores que aprecio muito é bacon com alho-francês, por isso não é de estranhar que assim que vi esta receita fiquei logo com vontade de experimentar.
Fiz algumas pequenas alterações à receita original, simplesmente para que se adaptasse aos ingredientes que habitualmente tenho em casa e o resultado é um risotto cremoso e suave, sabor leve e delicioso.
Para uma versão vegetariana, basta substituir o bacon por outro vegetal (por ex, pimento) ou talvez seja uma boa oportunidade para experimentar chouriço ou salsichas de soja.




Ingredientes:
50g queijo parmesão
40g azeite
150g bacon, em pedaços pequenos
1 dente de alho
1 cebola pequena
150g alho-francês, às rodelas
1 caldo de galinha
20g vinho branco
900g água
300g arroz p/ risotto
30g manteiga (opcional)
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Cebolinho picado p/ polvilhar


Preparação:
- Rale o queijo 10seg, Vel 9. Retire e reserve.
- Coloque 10g de azeite e o bacon, salteie 8min, Temp Varoma, Vel Colher Inversa. Retire e reserve.
- Coloque 30g azeite, alho e cebola, pique 5seg, Vel 5.
- Junte o alho-francês e refogue 3min, Temp Varoma, Vel Colher Inversa.
- Adicione o caldo de galinha, vinho branco, água, arroz e tempere com sal e pimenta, programe 10min, Temp 100º, Vel Colher Inversa.
- Envolva com a espátula para soltar o arroz e programe 6min, Temp 100º, Vel Colher Inversa.
- Junte o bacon, a manteiga e queijo ralado, envolva e sirva de seguida polvilhado com o cebolinho.




Fonte - Receita adaptada do livro Bimby "7 dias com a Bimby"

23 abril, 2014

Dia Mundial do Livro

Hoje é o Dia Mundial do Livro!
E para comemorar, durante o dia de hoje todos os livros no site Wook estão com 25% de desconto e com oferta dos portes de entrega.




Por isso, aquele livro que já quer comprar faz tempo ou para oferecer a alguém especial, hoje é dia de aproveitar! ;)

Argolas do mar salteadas com piripiri

Não tenho nada contra refeições demoradas!...
Pelo contrário, adoro aquelas receitas em que a carne tem de cozinhar lentamente, o cheiro que invade a cozinha e no final, uma carne tão macia que até se desfaz. Mas sabemos que, principalmente durante a semana, esse tipo de refeições não é fácil de concretizar e por isso, tento sempre optar por refeições que demorem no máximo cerca de meia hora.
Gosto imenso destas argolas, descongelam e cozinham rapidamente, têm um preço acessível e além disso, têm 0% de gordura.




Ingredientes:
1 embalagem de Argolas do Mar
2 dentes de alho picados
Sumo de 1 limão
Azeite q.b.
Sal q.b.




Preparação:
- Coloque as argolas do mar numa taça, tempere com o alho picado, sumo de limão, piripiri moído e sal, deixe marinar por 20 minutos.
- Numa frigideira grande ou wok, deite o azeite e depois adicione as argolas do mar.
- Deixe saltear durante cerca de 8 a 10 minutos.
- Sirva e acompanhe com arroz de tomate.


22 abril, 2014

World Baking Day

A Vaqueiro prepara-se para celebrar, pelo segundo ano consecutivo, o World Baking Day, que este ano se realiza a 18 de Maio. Este projecto nasceu da vontade de inspirar a vida das pessoas e mostrar-lhes que fazer um bolo não é uma tarefa difícil mas, pelo contrário, que pode ser uma excelente actividade de prazer e descontracção pessoal ou em família, sendo que o resultado, mais ou menos perfeito, é sempre uma conquista e um motivo de orgulho.

Inspirado pelo sucesso mundial no ano passado, a campanha de 2014 tem como desafio “Faça mais um Bolo” no sentido de levar este incentivo ainda mais longe e de quebrar a tradição de que tem de existir um motivo para fazer um bolo. Queremos então, ao longo do ano, criar um verdadeiro movimento de “vá para a cozinha e aventure-se a fazer um bolo”.


Mais uma vez fui convidada a participar neste projecto, que aceitei com imenso agrado e satisfação. 
E esta manha, recebi este kit de produtos, dentro de uma caixinha que é um mimo!



E agora, inspirem-se... no dia 18 de Maio vamos adoçar o mundo!

Tarte de morangos

Os morangos abundam e este anos estão particularmente tentadores... Bem vermelhos e carnudos, aroma doce e sabor guloso, é uma combinação irresistível!
Mal olhei para esta receita sabia que teria de experimentar! E quando me deparei com uma caixa enorme de morangos a um preço fantástico não resisti a comprar, aproveitei e fiz logo esta tarte que é uma sobremesa leve e muito fresca.
Os outros morangos congelei para poder usar em gelados ou outras sobremesas, assim como em algum cocktail ou bebida... por isso, virão mais receitas fresquinhas com morangos.



Ingredientes:
1 base de massa folhada 
400g morangos
150g açúcar
1 c. chá baunilha açúcarada Vahiné
3 folhas de gelatina
Açúcar em pó q.b.
Multi-deco Fantasy Vahiné q.b 



Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Lave e arranje o morangos, corte-os em pedaços e deite-os numa frigideira.
- Junte o açúcar, leve ao lume e deixe saltear lentamente até que os morangos fiquem macios
- Forre uma tarteira com a massa folhada, por cima coloque uma folha de papel vegetal e grãos de arroz ou feijão, leve ao forno durante cerca de 15 minutos. Depois, rejeite o papel vegetal e o arroz.
- Demolhe as folhas de gelatina em água fria.
- Triture a mistura dos morangos, junte a gelatina escorrida e envolva bem.
- Verta a mistura por cima da massa folhada e deixe arrefecer.
- Sirva decorado com mais morangos, polvilhe com açúcar em pó e decore com açúcar colorido do Multi-deco Fantasy.


Fonte - Receita adaptada da revista Teleculinária Semanal nº1824

21 abril, 2014

Iogurte de limão e côco

O meu marido literalmente devora iogurtes! E se forem caseiros, melhor ainda!...
Logo, tento ir testando novos sabores e receitas sempre que consigo ter algum tempo, a ideia para esta receita foi muito simples: combinar 2 dos sabores preferidos do meu marido, o limão e o coco.
Resultou tão bem que neste momento é a receita de iogurte preferida cá de casa.





Ingredientes:
1lt leite magro
1 iogurte natural
½ c. chá aroma de limão Vahiné 
75g coco ralado
60g açúcar


Preparação:

- Pulverize o coco 30seg, Vel 9.
- No copo de Bimby, adicione 500g leite e bata 1min, Vel 9.
- Junte o restante leute, açúcar, iogurte natural e o aroma de limão, programe 4min, Temp 50º, Vel 4.
- Distribua a mistura por copinhos e coloque na iogurteira durante 10 a 12 horas, depois coloque no frigorífico.

18 abril, 2014

Feliz Páscoa

Feliz Páscoa!
A todos os que me lêem desse lado, que tenham um feliz dia junto das vossa famílias e que o coelhinho da Páscoa vos traga uns chocolatinhos ;)
Até para a semana!



Katekero

O nome é engraçado e um pouco estranho, mas é mesmo assim e Katekero é o nome de um restaurante em Peniche.

Quando fizemos a nossa última escapadela tivemos de escolher um restaurante para o jantar e quem conhece a zona de Peniche sabe que as opções são mais que muitas! A maioria dos restaurantes tem uma grade diversidade de grelhados, especialmente de peixe, assim como pratos de polvo, choco, sopa de peixe e por aí fora. Já se encontram alguns restaurantes com outro tipo de cozinha, mas são poucos e verdade que aquilo que apetece mesmo é usufruir da gastronomia local. No meio de tantos restaurantes, escolhemos este porque a ementa nos agradou, achámos que tinha um preço razoável e um dos empregados que estava a porta foi muito simpático, mas sem ser insistente.



O restaurante tem um espaço agradável e acolhedor, muitos lugares que acredito em época alta não devem ser suficientes. A decoração é simples mas bonita com vários quadros espalhados.
























As entradas compostas por: pão caseiro, azeitonas verdes e pretas marinadas, paté de sardinha e atum, manteiga, queijo fundido e queijo. 
A refeição foi: espetada de camarão (para ele) e choquinhos e camarão salteados (para mim). Cada prato vinha muito bem servido e já com acompanhamento, mas mesmo assim ainda veio mais uma salada ( sem pedirmos e sem custo extra).



O espaço é simpático e acolhedor, uma sala espaçosa com muitos lugares, serve para casais ou para jantaradas de amigos e família. Atendimento atencioso e eficiente, óptima relação qualidade-preço e óptima comida. Resumindo: é bom, bonito e barato! Ah... e recomenda-se ;)

17 abril, 2014

Frango em molho de cajú

Não consigo passar muito tempo sem fazer uma receita que envolva a cozinha indiana ou especiarias, é algo que faz cada vez mais parte de mim e sinceramente, em certas receitas, noto logo a falta das especiarias e não tenho a mesma satisfação.
Não sou uma grande fã de frutos secos, não aprecio pinhão nem pistáchio e por aí fora, mas existem alguns frutos secos que adoro como avelã, noz e cajú. Ah, não sei se já referi... mas eu não gosto de passas e as sultanas apenas as tolero, mas a verdade é que dou por mim a usá-las em certas receitas e adoro o resultado. Por isso, se querem um conselho, sempre que olharem ara uma receita e pensarem que não gostam deste ou daquele ingrediente... façam mais uma tentativa!




Ingredientes:
400 peito de frango, em cubos
150g cogumelos frescos, partidos ao meio ou em quartos
2 cebolas
2 c. sopa de pasta de tomate
60g cajú
1 c. chá de garam masala
2 dentes de alho picados
1 c. chá de piripiri Margão
1 c. sopa de sumo de limão
1 pitada de açafrão em pó
Sal q.b.
1 c. sopa de iogurte natural
Óleo Fula q.b.
Folhas de coentros Margão q.b.
1 c. sopa de sultanas
1 c. sopa de passas
250ml água


Preparação:
- Numa picadora ou robot de cozinha, coloque as cebolas e triture durante cerca de 1 minuto. Depois, junte a pasta de tomate, 50g de cajú, garam masala, alho, piripiri, sumo de limão, açafrão, sal e iogurte e volte a triturar por mais 1 minuto. Reserve.
- Usando um wok ou tacho, aqueça o óleo e depois deite a misture de cebola e especiarias, deixe cozinhar durante 2 ou 3 minutos.
- Adicione 2 c. chá de coentros, passas, sultanas e o frango, envolva.
- Junte os cogumelos e a água, deixe ferver e depois baixe o lume, tape e deixe cozinhar por 10 minutos.
- No fim desse tempo, verifique se a carne necessita de mais tempo de cozedura.
- Sirva numa travessa, decorado com as passas, sultanas, cajú e e folhas de coentros.
- Acompanhe com chutney e arroz basmati.




Fonte - Receita traduzida e adaptada do livro "The world´s greatest-ever Curries"

16 abril, 2014

Vahiné

Esta semana a Vahiné enviou-me estes lindos miminhos para tornar a Páscoa ainda mais doce e colorida!




Já conhecem estes produtos?
São tão lindos que apetece ir a correr usar logo todos!

Medalhões de pescada gratinados

Uma das coisas que eu mais gosto e tenho aprendido com o livro da nutricionista da Ágata Roquette é a forma simples de substituir alguns ingredientes, sem com isso perder o sabor.
Por exemplo, ao invés de usar mozzarella normal usar queijo mozzarella light e por cima colocar apenas um pouco de parmesão ou substituir as natas normais por natas light ou de soja.
Tenho feito isto em várias receitas e a verdade é que no sabor final não se nota qualquer diferença e assim, sempre são umas calorias a menos em cada refeição.





Ingredientes:
6 medalhões de Pescada do
2 alho-franceses, às rodelas
Cenouras baby q.b.
Azeite q.b.
1 pacote de natas light
2 c. sopa parmesão ralado
Sal q.b.
Pimenta q.b


Preparação:

- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Num pyrex, espalhe o alho-francês e as cenouras, por cima coloque os medalhões e tempere com sal e pimenta. Por cima, deite um fio de azeite.
- Leve ao forno durante 15 minutos.
- Retire do forno, regue com as natas e polvilhe com o queijo.
- Leve novamente ao forno por mais 10 minutos.




Fonte - Receita adaptada do livro "As receitas a dieta dos 31 dias"

15 abril, 2014

Linguine com queijo da ilha

É verdade, eu bem tento mas não consigo resistir a um belo prato de massa!
E verdade seja dita, se essa massa vier acompanhada de bacon e queijo, então e uma verdadeira delícia a cada garfada.
Quem me acompanha?!?




Ingredientes:
400g liguine
3 dentes de alho, picados
1 malagueta vermelha fresca, sem sementes, picada
10 fatias de bacon, em pedaços
50g queijo da ilha, ralado
Azeite q.b.
Sal q.b.


Preparação:

- Cozinhe a massa de acordo com as instruções da embalagem, quando esta estiver pronta escorra.
- Numa frigideira pré-aquecida cloque um pouco de azeite e junte os alhos, a malagueta e o bacon.
- Deixe saltear.
- Junte a massa e envolva bem.

- Polvilhe com coentros e o queijo da ilha
- Sirva.


Fonte - Receita adaptada da revista Continente Magazine nº 38

14 abril, 2014

Cogumelos recheados com cuscuz

A Páscoa aproxima-se e já se sabe que nas épocas festivas temos tendência para aproveitar e cometer aqueles excessos que sabem tão bem nestas alturas. Para mim, nada como um cabrito com umas batatinhas assadas no forno... e os doces, ai os doces!
A pensar nisso, hoje trago-vos uma receita saudável, que é leve mas saciante.
Eu sou fã quer de cogumelos, quer de cuscuz, nunca me tinha ocorrido combinar estes 2 ingredientes e gostei do resultado.

E com esta receita saudável, aproveito para participar no passatempo da Vanessa do blog Prazeres Saudáveis que está a comemorar o seu 1º aniversário.




Ingredientes:
6 cogumelos portobello
Azeite q.b.
3 dentes de alho, picados
1 pimento vermelho, picado
1 tomate, picado
Segredos do Mundo México Margão q.b
100g cuscuz
100g água
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Mozzarella light q.b.


Preparação:

- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Limpe e arranje os cogumelos Reserve.
- Numa frigideira, coloque um pouco de azeite e coloque o alho, pimento e tomate, deixe saltear.
- Tempere com sal, pimenta e a mistura segredos méxico.
- Adicione o cuscuz e envolva, junte a água, tape e deixe cozinhar durante cerca de 4 a 5 minutos.
- Coloque os cogumelos num tabuleiro ou pyrex, distribua a mistura pelos cogumelos e por cima coloque o queijo.
- Leve ao forno durante cerca de 15 a 20 minutos.


Fonte - Receita adaptada do livro "As receitas a dieta dos 31 dias"

11 abril, 2014

Rolo de carne

Enquanto a Primavera se mantém inconstante, com os seus dias quentes e de sol (às vezes) e as noites mais frias, nada como uma refeição reconfortante e familiar.
Esta é uma daquelas receitas que é simples de fazer... a parte complicada é mesmo esperar que já esteja na altura de tirar do forno, e quando se coloca na mesa quase não existe tempo para tirar fotos decentes ou explicar os ingredientes que a receita leva, porque o que já toda a gente quer é comer tal é o cheiro e o aspecto... Quando se dá por ela, o tabuleiro já está vazio!




Ingredientes:
6 cenouras
Azeite q.b.
Pão ralado alho e salsa Espiga q.b.
600g carne picada (300g porco e 300g novilho)
1 c. sopa de oregãos
50g queijo feta
1 ovo
3 malaguetas vermelhas, frescas e grandes
1 cebola 
3 dentes de alho
800g polpa de tomate, cebola e alho Compal da Horta
50g queijo mozzarella
Pimenta q.b.


Preparação:
Pré-aqueça o forno a 200º.
- Descasque as cenouras, corte em quatro ao comprido, coloque-as num tabuleiro de forno, salpique com azeite e deixe assar durante 10 minutos.
-  Numa tigela miture o pão ralado com a carne picada, metade dos oregãos, sal e pimenta. Molde em forma de rolo e coloque-o no meio das cenouras quando estas estiverem prontas. Deixe no forno mais 25 minutos ou até o rolo de carne estar cozinhado e dourado. 
- Corte as malaguetas ao meio, retire-lhes as sementes, ponha-as num tacho com um fio de azeite e leve a lume brando por 2 minutos. Retire e reserve. 
Deite os alhos e a cebola no tacho, com o resto dos oregãos, deixe refogar por cerca de 10 minutos ou até estarem tenros, mexendo várias vezes. Junte a polpa de tomate. Retifique os temperos e deixe ferver em lume brando enquanto o rolo de carne está a assar.
- Retire o tabuleiro do forno e, com cuidado, deite o molho sobre o rolo de carne. Disponha as cenouras à volta do rolo de carne com as malaguetas. Depois rale o queijo sobre a carne. 
- Volte a levar a carne ao forno por mais 10 minutos ou até estar dourada e o molho fervilhar. 
Por fim, corte o rolo de carne em fatias e esmague as malaguetas no molho para um toque mais picante, se quiser.




Fonte - receita adaptada do livro "Poupe com Jamie"

10 abril, 2014

Pataniscas de bacalhau

Isto de ter um blog tem muito que se lhe diga... há muitos ingredientes que dantes raramente usava e agora são imprescindíveis na minha cozinha, como pimenta e malaguetas ou as exóticas especiarias e receitas que nunca tinha feito, em que dou por mim a ter curiosidade em experimentar.
Uma receita que nunca tinha feito era pataniscas de bacalhau... como é algo que já não comia há anos, achei que seria interessante experimentar.
De sabor ficaram fantásticas! De aspecto, acho que seria mais adequado chamar-lhes panquecas de bacalhau! Por isso, nota mental para mim, a conselho da minha mãe na próxima vez adicionar fermento.




Ingredientes:
1 embalagem bacalhau desfiado 
1 cebola
3 ovos
Segredos Alho e Salsa Margão q.b.
350 gr. farinha
300 gr. água
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Óleo para fritar q.b.


Preparação:
- Coza o bacalhau. Quando estiver pronto, desfie e reserve. Reserve a água da cozedura.
- No copo da Bimby, coloque a cebola e pique 5seg, Vel 5. Retire e reserve.
- Coloque no copo os ovos, a farinha, a água da cozedura, o sal e a pimenta, programe 2min, Vel. 5
- Adicione o bacalhau, a cebola e a mistura segredos alho e salsa, envolva durante 15seg, Vel. 3.
- Frite as pataniscas em óleo abundante bem quente e escorra em papel absorvente.
- Acompanhe com salada.




Fonte - Receita retirada do livro base Bimby

09 abril, 2014

Sovex

É com grande satisfação que hoje vos apresento a parceria entre este blog e a Sovex.




Certamente podem não reconhecer o nome desta empresa, mas alguns dos seus produtos não vos são totalmente desconhecidos!
Alguns deles tornaram-se mais conhecidos graças aos livros da nutricionista Ágata Roquete, estou a falar das massas konjac. Para quem não conhece... resumidamente, são substitutos dos nossos hidratos de carbono habituais (arroz e massa), pobre em calorias, isento de glúten.
São produtos que encontram em lojas de produtos naturais, dietéticos/ervanárias e alguns deles já estão disponíveis nos hipermercados.

Agora... não se assustem!!! 
Não pensem que lá por ter publicar algumas receitas mais leves e saudáveis, que isto vai virar um blog de receitas de dieta ou que me converti a uma alimentação sem hidratos de carbono, porque não é essa a ideia e nem eu sou capaz de abdicar das minhas adoradas massas! Como já referi aqui, não defendo nem sou crente em dietas, mas acho que podemos tentar fazer algumas alterações para ter uma alimentação mais saudável e tenho curiosidade em experimentar alguns produtos sobre os quais tenho lido.


Em 1959/60, o fundador da SOVEX, em viagens que fez à Inglaterra, aos Estados Unidos da América e ao Canadá, notou a evolução e os cuidados, que estes países dedicavam à alimentação natural.Veio a constatar que na França, Suíça, Alemanha, Bélgica e mesmo na vizinha Espanha, se fabricavam, igualmente, vários produtos orientados para alimentação racional, chamados dietéticos ou de regime. Verificando a lacuna de tais cuidados e alimentos no nosso país começou a planear a comercialização e a possível fabricação destes produtos em Portugal.
Nasceu assim, a 10 de Março de 1962 , uma das pioneiras deste comércio em Portugal.

Os primeiros produtos comercializados foram sobretudo alimentares: bolachas, massas, pão e arroz integrais, vinagre de maçã, mel, melaço, extrato de malte, farinha de soja, compotas, pólen granulado, chás, chocolates para diabéticos, pudins e as farinhas “Fani”.
Os primeiros anos foram pautados por muitas dificuldades inerentes a um desconhecimento generalizado por parte do público e por parte das autoridades que não sabiam que tipo de lei deviam aplicar ou como deveriam classificar estes produtos.
À medida que os consumidores foram tomando conhecimento dos benefícios de uma alimentação saudável, foram pedindo uma gama cada vez mais vasta de produtos. Em consequência, foram surgindo mais colaborações com fornecedores estrangeiros e alargando-se o leque de produtos comercializados.



Papaia com iogurte e gengibre

O sol finalmente brilha, as temperaturas estão muito mais agradáveis...
E claro, assim apetece logo sobremesas mais leves e tão frescas quanto possível!
Para aqueles dias em que se quer uma dessas sobremesas ou quem sabe simplesmente algo doce e descomplicado, aqui fica uma sugestão que fica pronta num instante!




Ingredientes:
800g papaia
4 iogurtes gregos açucarados
10g gengibre fresco
Gotas de sumo de limão q.b.


Preparação:

- Descasque a papaia e retire as sementes, corte em pedaços e coloque-os numa picadora ou liquidificador.
- Adicione o gengibre e o sumo de limão.
- Triture até obter uma polpa consistente. Em alternativa, pode usar a Bimby e nesse caso programe 10seg, Vel 5.
- Utilizando uma taça grande ou taças individuais, distribua a polpa e por cima coloque o iogurte.
- Leve ao frio até ao momento de servir.





Nota:
Se preferir, pode fazer camadas entre a polpa e o iogurte.


Fonte - Receita adaptada da revista Teleculinária Semanal 1789 (Julho 2013)

08 abril, 2014

Endívias com camarão em molho chilli

Alguns dos programas que mais gosto de ver no 24Kitchen, são os programas do Nigel.
Adoro a forma como ele aborda a comida, as combinações por vezes invulgares e a forma simples e práctica de cozinhar.
Num dos programas, vi ele fazer estes camarões com molho chilli... e eu adoro molho chilli!
E claro, pensei logo que seria uma entrada deliciosa e fresca, que não dá trabalho nenhum.
O Nigel utilizou folhas de alface ou couve, já não me recordo, já eu quis experimentar com endívia e gostei do contraste entre a doçura do camarão e a frescura da endívia..




Ingredientes:
400g camarão Vannamei 
Molho chilli q.b.
1 endívia
Azeite q.b.
Sal q.b.





Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 180º
- Num tabuleiro ou piyrex, deite o molho chilli.
- Descasque o camarão e adicione ao molho chilli.
- Tempere com sal e deite um fio de azeite.
- Envolva e leve ao forno durante cerca de 10 minutos.
- Num prato ou travessa disponha as folhas de endívia, em cada uma coloque camarão e um pouco do molho.
- Sirva ainda quente.




Fonte - Receita adaptada de Nigel Slater