27 fevereiro, 2015

Espetadas indianas

Já não é segredo a minha paixão pela cozinha indiana!
Adoro abrir e cheirar os frascos com as especiarias, as cores, o aroma que se liberta a cozinhar, os molhos cremosos, o exotismo... tudo nesta cozinha me apaixona.
E é muito facil do que parece dar aquele toque diferente a uma receita, por mais simples que seja.
Bastam algumas especiarias, juntar alguns ingredientes e voila... parece que viajamos até à Índia!



Ingredientes:
3 peitos de frango
1 c. chá alho em pó Margão
1 c. chá paprika Margão
2 c. chá caril Margão
200ml leite de coco
Sumo de 1 limão
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Coco ralado q.b.


Preparação:
- Corte os peitos de frango em pedaços e prepare as espetadas colocando a carne nos espetos de madeira.
- Coloque os espetos num recipiente largo e tempere com o alho, paprika, caril. leite de coco, sumo de limão, sal e pimenta. Deixe marinar 30 minutos.
- Coloque as espetadas num grelhador e deixe cozinhar até a carne ganhar cor, virando ocasionalmente.
- Coloque as espetadas numa travessa e por cima deite o sumo de limão e o coco raldo.
- Acompanhe com salada.




Fonte - Receita inspirada na revista Teleculinária semanal nº 1861

26 fevereiro, 2015

Bolinhos de peixe

Considero-me uma pessoa bastante prática, talvez por isso goste tanto de planear as refeições e fazer as minhas ementas, mas por outro lado também gosto de improvisar ao elaborar uma receita com os ingredientes disponíveis no momento e por isso tento ter sempre algum tempo para os improvisos.
A receita de hoje é muito simples, rápida, com poucos ingredientes e tem um toque asiático. 
Não foi planeado, mas acabaram por ficar com o aspecto de mini-hamburguer, por isso quem sabe se não será uma boa maneira de por as crianças a comer mais peixe?!




Ingredientes:
400g medalhões de pescada
2 chalotas
3 c. sopa farinha de milho
1 ovo
2 c. sopa pasta de cail vermelha
1 c. sopa molho de peixe
Azeite ou óleo para fritar q.b.



Preparação:
- Coloque no copo da Bimby as chalotas e pique 5seg, Vel 5.
- Junte os medalhões de pescada e programe 5seg, Vel 4 Colher Inversa.
- Junte os restantes ingredientes, excepto o azeite, e programe 5seg, Vel 4 Colher Inversa.
- Retire a mistura para uma taça e forme os bolinhos de peixe. Reserve no frigorífico durante cerca de meia hora.
- Numa frigideira pré-aquecida, deite o azeite e cozinhe 3 ou 4 de cada vez, até que fiquem dourados de ambos os lados.
- Acompanhe com legumes salteados.



Nota:
Pode usar outro peixe, desde que seja firme e pode adicionar ervas aromáticas à mistura.

25 fevereiro, 2015

Pernas de frango crocantes no forno

Eu adoro frango feito das mais variadas formas e feitos!... E se há receita à qual não consigo resistir é o frango frito.
Adoro o frango frito porque é bem macio e saboroso, ao mesmo tempo que tem aquela camada tão crocante por fora. Mas a realidade é que todos sabemos que os fritos são poucos saudáveis, e além disso o cheiro a fritos é pouco agradável.
Com esta receita não só consegui que o frango ficasse delicioso, mas é uma receita mais saudável já que foi preparada no forno e também é adequada para os intolerantes ao gluten.



Ingredientes:
8 perninhas de frango sem pele
1 c. chá pimentão doce Margão
1 c. chá alho em pó Margão
Pimenta q.b.
Sal q.b.
3 ovos batidos
300g farinha de trigo sarraceno branca
300g farinha de milho fina
300g corn flakes


Preparação:
- Tempere o frango com sal, pimenta, alho e pimentão doce. reserve.
-  Passe o frango na farinha de trigo, sacuda o excesso, passe pelo ovos batidos e depois pela farinha de milho. Deixe repousar 15 minutos.
- Numa picadora ou robot de cozinha, triture os cornflakes.
- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Passe o frango novamente pelos ovos batidos e depois pelos corn flakes, apertando ligeiramente para que aderiam.
- Coloque numa tabuleiro e leve ao forno durante 20 a 25 minutos.


24 fevereiro, 2015

O Arranca-Corações

A minha amiga Telita já andava há algum tempo a falar-me neste espaço e numa 6ª feira depois do trabalho foi o local escolhido para irmos jantar.
O Arranca-Corações assume-se como o primeiro bar/petiscaria ao estilo "steampunk" e mal entramos somos transportados para um mundo diferente: madeira e ferro, lâmpadas de filamentos, rodas dentadas e tubos de canalização a servir de suporte para candeeiros. 



23 fevereiro, 2015

Mac & Cheese alternativo

Para começar a semana, uma receita simples e deliciosa, numa versão diferente do habitual.
Não conheço ninguém que não goste de um bom prato de massa, principalmente se for uma massa reconfortante e gulosa como mac&cheese, com o molho e queijo derretido. Mas infelizmente, sabemos que cada vez existem mais pessoas com vários tipos intolerância como a lactose e o gluten, e por isso mesmo a receita de hoje é exactamente a pensar nessas pessoas.
Já é possível encontrar estes ingredientes nas grandes superfícies, o que facilita bastante.
E mesmo que não tenham de se preocupar com qualquer tipo de restrição alimentar, esta receita é sempre uma alternativa mais leve e saudável, mas igualmente deliciosa.



Ingredientes:
350g massa tipo penne sem gluten
1500g água
250g queijo sem lactose Lacticínios do Paiva
300g leite de soja Joya
60g farinha de arroz
60g creme culinário de soja
1 pacote de natas de soja
1 pitada de noz moscada Margão
2 c. chá Ervas de Provence Margão
Sal q.b.
Pimenta q.b.


Preparação:
- Coloque o queijo no copo e rale 10seg, Vel 7. Reserve.
- Coloque no copo a água e programe 10min, Temp Varoma, Vel 1.
- Junte a massa e programe o tempo indicado na embalagem, Temp 100, Vel 1. Escorra e coloque a massa num recipiente para forno ou distribua por várias taças.
- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Coloque todos os restantes ingredientes no copo excepto as natas e programe 6min, Temp 90º Vel 4.
- Incorpore as natas pelo bocal da tampa e programe 2min, Temp 90º Vel 4.
Deite o molho bechamel em cima da massa e envolva.
- Polvilhe com o queijo ralado e leve ao forno para gratinar durante cerca de 20 minutos.



21 fevereiro, 2015

Portugal Restaurant Week 2015

A partir de 26 de Fevereiro, mais de 100 restaurantes de luxo em todo o país vão participar na 3ª edição nacional do maior evento gastronómico: Portugal Restaurant Week.
A Restaurant Week tem por objectivos a democratização do acesso à restauração de luxo, a dinamização das receitas das cidades e restaurantes através da promoção do fluxo de consumo e turismo interno, e a contribuição para causas de responsabilidade social.

Com o preço convidativo de 20€ (dos quais 1€ reverterá a favor das instituições Mulheres de Vermelho, Acreditar e Operação Nariz Vermelho), cada restaurante aderente vai preparar um menu especial composto por entrada, prato principal e sobremesa.


As reservas na Portugal Restaurant Week podem ser feitas no site oficial, em www.restaurantweek.pt, e através do Guia BestTables em www.besttables.com ou pelo nº 212 490 000.
Tal como no ano anterior, também é possível descarregar gratuitamente a App BestTables para iPhone ou Android, em App.BestTables.com, aceder aos restaurantes e respectivos menus, e reservar mesa em segundos, com confirmação no momento.

Esta edição traz ainda uma novidade, em linha com a nova parceria estabelecida com o Millennium BCP: os titulares de um cartão de débito ou crédito dessa instituição terão direito a uma semana prévia e exclusiva do evento. 

20 fevereiro, 2015

Frango Balti

E como não há semana em que não dê uso às minhas especiarias, eis a receita mais exótica da semana.
Esta espécie de caril é uma opção muito simples e aromática, um pouco diferente do habitual caril a que estamos habituados, já que não tem natas nem leite de coco, mas sim um molho de tomate.
Optei por usar frango, já que é a carne que mais consumimos cá em casa, mas pode substituir-se por outra carne, como borrego, e também é possível fazer uma versão vegetariana.



Ingredientes:
500g peitos de frango em pedaços
3 c. sopa óleo de coco
1 cebola picada
3 dentes de alho esmagados
1 malagueta vermelha fresca, sem sementes, picada
1 c. chá garam masala
1 c. chá canela Aromas e Especiarias
1  c. chá açafrão Aromas e Especiarias
1 lata de tomate em pedaços
60ml caldo de galinha
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Coentros picados q.b


Preparação:
- Num tacho, aqueça 2 c. sopa óleo de coco e deixe aquecer, junte o frango e deixe cozinhar durante cerca de 7 a 10 minutos, mexendo para que fique ligeiramente tostado. Retire e reserve.
- Junte o restante óleo de coco e refogue a cebola e o alho.
- Adicione as especiarias e a malagueta, refogue mais uns minutos, depois junte o tomate em pedaços, o caldo, sal e pimenta, envolva e deixe apurar.
- Volte a colocar o frango no tacho, tape e deixe cozinhar em lume brando por 10 minutos.
- Destape, junte os coentros picados e deixe apurar um pouco mais e o molho engrossar.
- Sirva salpicado com mais coentros.


19 fevereiro, 2015

Bacalhau à Brás

O Bacalhau à Brás é um prato típico português, um dos mais conhecidos da nossa gastronomia.
É um prato que consiste em bacalhau desfiado, cebola, batata palha, ovos, azeitonas e salsa, mas já há bastante tempo que existem inúmeras variações deste prato: desde versões vegetarianas, com outros tipos de carne ou peixe, e até mesmo enchidos. 
Posso garantir que qualquer que seja a versão que escolherem, mais tradicional ou nem por isso, o resultado será sempre delicioso.
Reza a história que terá sido criado por um taberneiro do Bairro Alto, em Lisboa, chamado Brás.



Ingredientes:
1 embalagem de bacalhau desfiado
70g azeite
2 cebolas, cortada em meia-lua
3 dentes de alho, picados
300g batata palha
3 ovos
Segredos Alho e Salsa Margão q.b
Azeitonas
Sal q.b.
PImenta q.b.



Preparação:
- Bata os ovos, tempere com segredos alho e salsa. Reserve.
- Num tacho, refogue a cebola e os alhos.
- Junte o bacalhau desfiado, tempere com sal e pimenta, deixei cozinhar cerca de 5 minutos

- Junte a batata palha e envolva.
- Adicione os ovos batidos e mexa bem até que esteja tudo bem envolvido.

- Rectifique os temperos
- Sirva com azeitonas e acompanhado com salada.





Preparação Bimby:
- Coloque no copo a cebola, os alhos e o azeite, pique 5seg, Vel 5 e depois refogue 8min, Temp Varoma, Vel 1.
- Adicione o bacalhau e programe 5min, Temp 100º, Vel Colher Inversa, depois a batata palha e programe 3min, Temp 100º, Vel Colher Inversa.
- Coloque tudo numa frigideira e leve a aquecer ao lume.
- Sem lavar o copo da Bimby, deite os ovos e segredos Margão, bata 10seg, Vel 3.
- Incorpore na frigideira e misture bem.
- Rectifique os temperos e sirva.

18 fevereiro, 2015

Risotto de chouriço e tomate seco

Há já algum tempo que os risottos se tornaram uma presença habitual cá em casa.
Confesso que é para mim uma das minhas comidas de conforto preferidas... quando estou a fazer risotto, anseio por uma taça daquele arroz cremoso. Um risotto pode ser tão elaborado ou incrivelmente simples, dependendo da combinação de sabores que o nosso apetite pede e muitas vezes dos ingredientes que estão na nossa despensa.
E como estou sempre a pensar em sabores diferentes para experimentar, quando vi esta receita e sendo que são ingredientes que tenho sempre disponíveis, sabia que seria um risotto a fazer em breve.



Ingredientes:
150g chouriço
1 cebola
2 dentes de alho
30g de azeite 
150g de tomate seco em óleo com cebola Ponti
50g de vinho branco
800g de água
300g de arroz para risotto

1 caldo de legumes
Sal q.b.
Pimenta q.b.
30g parmesão ralado mais q.b. para polvilhar



Preparação:
- Coloque no copo o chouriço e triture 5seg, Vel 7
- Adicione o azeite, o alho e a cebola e pique 5seg, Vel 5 e depois refogue 5min, Temp 100º, Vel 1.
- Juntar o tomate seco escorrido, o vinho, a água, o arroz, o caldo, o sal e a pimenta, envolva com a espátula e programe 8min, Temp 100º, Vel Colher Inversa.

- Com a espátula, solte o arroz e programe 5min, Temp 100º, Vel Colher Inversa.
- Junte o parmesão e envolva com a espátula.
- Servir de imediato.



Nota:
Pode substituir o vinho branco por marsala ou vermute



Fonte - Receita adaptada do blog Sabores de Canela

17 fevereiro, 2015

Sabores da Tapada Real: O Brasão

Tendo recebido um convite para este restaurante a propósito da mostra gastronómica Sabores da Tapada Real e aliando o Dia dos Namorados, fomos então almoçar ao restaurante Brasão.



Croquetes de batata rápidos

Hoje, trago-vos um pequeno petisco... tão simples e tão bom!
Ouvi maravilhas acerca da M-press no que toca a fazer croquetes, entre outras delícias, e tinha bastante curiosidade em experimentar. Infelizmente, não tinha carne picada para fazer os tradicionais croquetes, depois pensei em fazer croquetes de batata e afinal não tinha batata... mas tinha uma embalagem de puré instantâneo!
A verdade é que resultou lindamente e fiquei fã de croquetes de batata. É uma excelente alternativa só croquete de carne, seja para servir como entrada ou mesmo como prato principal, acompanhado de salada ou arroz de tomate.
Aproveito para relembrar que a M-press está em promoção até ao final do mês, se tiverem interesse podem contactar a Jéssica através do email caixinhasgoldbyjessica@gmail.com e se referirem o código sweetmykitchen têm direito a um brinde.


Ingredientes:
1 embalagem de puré de batata
Água
Leite magro
1 c. sopa manteiga
1 pitada de noz moscada Margão
Sal q.b.
Pimenta q.b.
2 ovos batidos
Pão ralado q.b.
Óleo Fula


Preparação:
- Prepare o puré instantâneo de acordo com as instruções da embalagem, de forma a que o puré fique com uma consistência espessa.
- Deixe arrefecer por alguns minutos.
- Coloque o bocal redondo grande na M-press, depois coloque parte do puré dentro do recipiente, pressione com a prensa para que forme os croquetes no formato pretendido e corte consoante o tamanho desejado.
- Passe pelo ovo batido e pelo pão ralado, depois frite em óleo quente.
- Sirva acompanhado com maionese de ervas.


16 fevereiro, 2015

Creme de brócolos

Há dias em que os planos que fizemos são alterados, não temos tanto tempo quanto gostaríamos ou simplesmente não temos grande vontade de cozinhar. Para esses dias, nada melhor que algo simples, mas a pensar na época do ano que seja reconfortante.
Nada melhor que um prato de sopa bem quente!
Confesso que brócolos não são exactamente o meu legume preferido... talvez por isso, os tenha colocado juntamente com uma courgette num saco no congelados à espera do momento certo.
E por isso mesmo, acreditem quando vos digo que esta sopa é bastante boa, depois de provarem não vai sobrar nada.


Ingredientes:
30g azeite
1 courgette em pedaços
300g brócolos em pedaços
1 cebola
2 dentes de alho
1 caldo vegetal
Água q.b.


Preparação:
- No copo da Bimby, coloque todos os ingredientes e cubra os vegetais com água.
- Programe 20min, Temp 100º, Vel 1.
- Quando o tempo terminar, triture 1 min e vá progressivamente até à Vel 7.
- Sirva.



13 fevereiro, 2015

Massada de porco

Para terminar a semana da melhor forma, nada melhor do que uma sugestão para reunir toda a família à mesa.
A receita de hoje é muito completa, simples, reconfortante e bem portuguesa, mas sem se tornar uma refeição pesada e por isso acho que é perfeito para se fazer ao almoço de Domingo em família.
Confesso que estou mais habituada a receitas de massada com peixe ou marisco, mas quando vi esta versão com carne foi impossível resistir a experimentar e é a opção perfeita para o frio desta altura do ano.
Quanto à carne, sei que há muita gente que como eu consume pouco carne de porco, mas realmente nesta receita é uma carne que fica perfeita, já que fica saborosa e tenra, mas podem sempre experimentar com outro tipo de carne ou para ser mais económica utilizar sobras de carne de outra receita, eventualmente até pode experimentar com mais de um tipo de carne.




Ingredientes:
600g carne de porco em cubos
500g massa tipo cotovelos grandes
50g azeite
1 chouriço em rodelas
2 cenouras em rodelas
1 cebola picada
3 dentes de alho picados
1 lata de tomate em pedaços
5 c. sopa polpa de tomate Compal da Horta
50 ml vinho branco
Água
2 c. chá pimentão doce Margão
Sal q.b.
Pimenta q.b



Preparação:
- Num tacho, deite o azeite e junte a cebola, alhos, cenouras e polpa de tomate, deixe cozinhar durante cerca de 8 a 10 minutos.
- Adicione a carne e o chouriço, tempere com sal, pimenta e pimentão doce, deixe cozinhar mas 5 minutos.
- Junte o vinho e deixe levantar fervura, depois junte o tomate em pedaços e deixe cozinhar durante cerca de 20 minutos, ou até que a carne esteja tenra.
- Adicione a massa e água suficiente, deixe ferver novamente e depois baixe o lume, deixe cozinhar durante cerca de 7 a 8 minutos.
- Rectifique os temperos e sirva acompanhado com salada.



Fonte - Receita adaptada da revista Teleculinária semanal nº 1802

12 fevereiro, 2015

Sabores da Tapada Real de Mafra

Aliando a arte de bem cozinhar pratos de caça à divulgação da restauração local, a Câmara Municipal e a Tapada Nacional de Mafra organizam a 9.ª edição da mostra gastronómica “Sabores da Tapada Real”. De 7 a 17 de Fevereiro, 11 restaurantes confeccionam pratos de gamo e javali.
Os animais são provenientes da Tapada Nacional de Mafra, na sequência da acção de gestão cinegética para assegurar o equilíbrio ecológico e a renovação das espécies, dada a inexistência de predadores naturais no espaço que constitui a maior zona verde murada a nível nacional.
A par dos pratos de caça, as ementas dos restaurantes integram outras propostas gastronómicas que colocam em destaque a riqueza endógena do concelho, desde o afamado “Pão de Mafra” aos queijos saloios frescos ou curados, passando pela doçaria tradicional.
Na edição de 2015 participam 11 restaurantes, que podem consultar e ver as respectivas ementas aqui.
A mostra gastronómica “Sabores da Tapada Real” tem o apoio do Turismo de Portugal, da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, do Turismo de Lisboa, do Matadouro Regional de Mafra e do Palácio Nacional de Mafra.
Desde a sua primeira edição, realizada em 2007, já foram servidas cerca de 24.000 refeições de caça, contribuindo para atrair mais visitantes e para reforçar a notoriedade do concelho de Mafra, no âmbito do turismo gastronómico.


E que tal. durante a tarde aproveitar e fazer um passeio diferente e romântico pela Tapada Nacional de Mafra?
Vejam tudo aqui!

Tagliatelle carbonara com espinafres

O Dia dos Namorados está mesmo a chegar e a receita de hoje é para todos aqueles que gostam de assinalar de alguma forma esta data, mas preferem evitar restaurantes apinhados.
Normalmente, toda a gente gosta de massa e esta receita é perfeita para uma refeição acompanhada de um delicioso vinho branco.
Esta versão de carbonara é mais leve que a tradicional e é tão simples de fazer, que é ideal para aproveitar o dia ao máximo.


Ingredientes:
1500g água
350g massa tipo tagliatelli ou fettucine
30g azeite
1 chalota
150g espinafres
200g bacon em tiras
1 pacote de nata culinária Mimosa
4 gemas
Sal q.b.
Pimenta q.b.
Parmesão ralado q.b.


Preparação:
- Coloque no copo a água e programe 10min, Temp Varoma, Vel 1.
- Adicione a massa e sal, programe o tempo indicado na embalagem, Temp 100, Vel 1. Escorra e reserve.
- Quando a massa estiver pronta, escorra, deite um fio de azeite e reserve.
- No copo, coloque a chalota e o azeite, programe 3seg, Vel 5 e de seguida refogue 3min, Temp Varoma, Vel 1.
- Numa taça, bata as gemas e as natas com sal e pimenta. Reserve.
- Adicione o bacon e os espinafres, programe 4min, Temp Varoma, Vel 1.
- De seguida. programe 3min, Temp 90º, Vel 1 e através do bocal junte a mistura de natas.
- Envolva com a massa e sirva com parmesão ralado.

Para acompanhar este prato recomendo Arte Real de Monte Seis Reis


Fonte - Receita adaptada da revista Momentos de Partilha nº Abril 2014

11 fevereiro, 2015

O Chocolate em Lisboa e uma Granola de cacau e especiarias

De 5 a 8 de Fevereiro, a arena do Campo Pequeno recebeu O Chocolate em Lisboa, que reúne os melhores projectos artesanais de chocolate, marcas de prestígio e chefs numa experiência única que promete ser uma verdadeira explosão para os sentidos.
Cerca de 70 expositores de marcas e chocolates que fizeram as delícias dos visitantes, destacando-se entre outros Callebaut, Valrhona, Michael Cluizel, Casa Grande Chocolatier, L' éclair, Siopa Chocolatier, Imperial, Mestre Cacau, Denegro, Chocolataria Equador.



Para além desta irresistível mostra de chocolate, os visitantes contavam ainda com vários shows cookings e whorkshops, com demonstrações práticas de receitas com a iguaria “estrela” desta iniciativa. 

A minha ida a este evento deveu-se a um convite por parte do Cacau Clube de Portugal para realizar um showcooking, pediram-me que levasse algo diferente e que combinasse chocolate e especiarias.
Como a minha primeira granola fez tanto sucesso, decidi fazer então uma versão mais rica com cacau e várias especiarias, uma granola rica, aromática e perfeita para dar aquele impulso de energia pela manha! A experiência não poderia ter corrido melhor com o público muito atento e curioso, colocaram perguntas e dúvidas e no fim, puderam experimentar a receita e o feedback não poderia ter sido melhor.



Ingredientes:
250g flocos aveia
2 c. sopa sementes de girassol

2 c. sopa sementes de sésamo
2 c. sopa sementes de abóbora
50g nozes em pedaços
50g sultanas
2 c. sopa açúcar de coco Iswari

2 c. sopa de cacau 
2 c. chá canela Aromas e Especiarias
1 c. chá gengibre Aromas e Especiarias

1 c. chá pimenta caiena Aromas e Especiarias
1 pitada de noz moscada

1 pitada de cardamomo verde
1 pitada de flor de sal
1 c. chá essência baunilha
150ml mel
50ml óleo de girassol




Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 150º.
- Forre um tabuleiro com papel vegetal.
- Numa taça, misture os flocos de aveia, as sementes, as nozes, as sultanas, o açúcar, o cacau, as especiarias, flor de sal e baunilha.
- Noutra taça, coloque o óleo e o mel, envolva.
- Envolva a mistura húmida com a seca, espalhe sobre o papel vegetal criando uma camada uniforme.
- Leve ao forno durante 30 a 40 minutos, durante esse tempo mexa 2 ou 3 vezes para manter a granola solta.
- Retire do forno e deixe arrefecer.




Destaque também para o espaço ‘O Chocolate é uma Jóia’, onde foram exibidas peças originais da autoria da joalheira Tânia Gil replicadas em chocolate pelo reconhecido chefe pasteleiro Anderson Miotto, do Hotel Myriad by Sana. 
E para terminar, uma pequena amostra das maravilhas que se podiam ver e provar!


Os chocolates Siopa, provei um de chocolate branco e cogumelos e outro de chocolate negro e roquefort, são divinos!
Os maravilhosos eclairs e macarrons de L' éclair


10 fevereiro, 2015

M-press da Tupperware

Há algum tempo que não vinha nenhum acessório novo da Tupperware parar a esta cozinha!
Ora bem, eu adoro tudo o sejam acessórios de cozinha, principalmente se o objectivo for facilitar as tarefas na cozinha e já há algum tempo que queria uma M-press.





E agora, o mais importante... para que serve uma M-press? Basicamente, serve para moldar.
Desde croquetes, gnocchis, pastéis de bacalhau, douradinhos, carne ou peixe picado, bolachas e biscoitos, churros, por aí fora. 
Basta fazerem a mistura da vossa preferência, colocarem dentro da maquineta e pressionar, depois é só cortar à medida, congelar ou cozinhar. 
E como dizem que uma imagem vale mais que mil palavras, nada como verem o vídeo.

Fevereiro é o mês das Migas em Mora

Ao longo de todo o mês de Fevereiro, realiza-se a II Edição do Mês das Migas em Mora.
As migas, prato típico do Alentejo, eram uma das refeições base dos mais pobres. A par com as açordas, faziam parte da dieta do trabalhador alentejano, numa altura em que a fome se fazia sentir.
Um prato simples, tem como base o pão, a batata, o alho, azeite e gordura de origem animal. Hoje os tempos são outros e as migas, um prato apreciado por todos, é um dos cartões-de-visita do Alentejo.
O evento contempla a inclusão nas ementas dos mais variados pratos de migas, sejam as de espargos ou de batata, passando pelas de coentros, ovas, enchidos, couve-flor e também migas de tomate, entre outras, nos restaurantes aderentes.

09 fevereiro, 2015

Taça de iogurte com corn flakes e fruta desidratada

Para começar a semana, nada melhor que uma sugestão simples e rápida.
Podem usar esta sugestão como pequeno-almoço ou para o vosso lanche, basta terem um copo ou taça e fazer várias camadas com os ingredientes ou simplesmente misturar tudo. 
Para além de ser simples e rápido, é saudável e podem criar-se várias versões: corn flakes ou granola caseira, fruta desidratada ou fresca, frutos secos ou sementes, iogurte natural ou com sabor e por fim, terminar com um fio de mel.
Usei corn flakes sem gluten, que encontram online ou já em alguns supermercados, e acreditem que não se nota qualquer diferença para os corn flakes normais.


Ingredientes:
1 iogurte natural biológico Pur Natur
Corn flakes clássicos sem glúten q.b.
Fruta desidratada q.b.
Mel q.b. (opcional)


Preparação:
- Numa taça, coloque metade do iogurte, depois cubra com corn flakes e por cima coloque o resto do iogurte.
- Junte fruta desidratada a gosto e se quiser um pouco de mel.
- Sirva.