29 maio, 2015

Ovos com ratatouille

A par das massas e dos cogumelos, os ovos são presença frequente à mesa e um dos meus ingredientes preferidos.
Acho que ainda não provei (felizmente!) uma receita preparada com ovos da qual não gostasse... e porque adoro preparar ovos, principalmente ao fim-de-semana para o pequeno-almoço ou brunch, ainda que seja fã de ovos mexidos e de fritattas, ando sempre a procura de receitas novas para experimentar.
Desta vez, a escolha recaiu numa  receita do chef Gordom Ramsay, uma receita de ovos deliciosa e diferente. Um pouco mais leve que o habitual, esta receita de ovos vem acompanhada de muitos legumes e por isso também é mais saudável.




Ingredientes:
1 cebola roxa
1 beringela pequena
1 pimento vermelho pequeno
1 pimento verde pequeno
1 courgette
2 dentes de alho
1 c. chá paprika fumada
1 c. chá cominhos
Meia lata de tomate em pedaços
4 ovos
Sal q.b.
Pimenta q.b



Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Pique a cebola, arranje a beringela, os pimentos e a courgette em pequenos cubos, mantendo-os separados.
- Numa frigideira, coloque o azeite e junte a cebola, deixe saltear 2 a 3 minutos, depois junte a beringela, os pimentos e o alho, deixe saltear mais 1 ou 2 minutos. Adicione a courgette e deixe novamente saltear cerca de 2 minutos.
- Adicione as especiarias e o tomate, deixe ferver e cozinhe durante cerca de 10 minutos, até os legumes estarem tenros. Rectifique os temperos.
- Divida o ratatouille por 4 ramequins ou outros recipientes de forno, depois com uma colher abra um buraco em cada um e deite um ovo. Tempere com sal e pimenta.
- Leve ao forno durante cerca de 10 minutos, até as claras ficarem firmes mas as gemas ainda líquidas ao centro.
- Sirva com torradas.




Fonte - Receita adaptada do livro "Apetite Saudável".

28 maio, 2015

Arroz de pato

Recentemente recebi em casa de bases para cozinhar, tratam-se de bases já preparadas (temperadas e cozinhadas) congeladas de pato e de bacalhau. 
Confesso que sou um pouco céptica quanto ao uso deste tipo de coisas, mas fiquei cheia de curiosidade para experimenta e ver o resultado.
Pessoalmente, depois de experimentar as duas bases, posso dizer que fiquei surpreendida pela qualidade deste produto e gostei bastante de ser um produto versártil.
Estas bases  da Biofresh são diferentes das que habitualmente vemos no supermercado, já que consoante a base podemos elaborar a receita que quisermos, por exemplo: com a base de pato podemos preparar arroz de pato, empadão ou canja, e com a base de bacalhau podemos fazer massada de bacalhau, arroz de bacalhau, bacalhau à brás, com natas ou com broa. Além disso, cada embalagem tem 300gr o que associado aos restantes ingredientes da receita escolhido serve perfeitamente para servir uma família de 4 pessoas, o que é óptimo para aqueles dias durante a semana em que saímos mais tarde do trabalho ou nem sequer planeámos a refeição.




Ingredientes:
1 embalagem de Base para receitas de Pato Biofresh
250g arroz agulha
600ml água
Meio chouriço em rodelas




Preparação:
- Num tacho, colocar a base de pato a descongelar em lume brando.
- Adicione 600ml de água e deixe levantar fervura.
- Junte o arroz agulha e deixe ferver 10 a 15 minutos em lume brando com o tacho tapado.
- Coloque o arroz de pato num tabuleiro para forno, decore com as rodelas de chouriço e leve ao forno até que fique dourado.



27 maio, 2015

Cataplana de tamboril e delícias do mar

Foi graças a um convite, no decorrer da BTL deste ano, que aprendi num workshop promovido pela Tertúlia Algarvia e sob a orientação do chef José Niza a preparar a tão típica e deliciosa cataplana algarvia.
A receita que tínhamos de preparar era de uma cataplana de polvo e batata doce, que fez as delícias de todos os presentes e me fez querer experimentar outras receitas em casa.
Para quem possa não conhecer, a cataplana é uma espécie de panela com 2 partes côncavas que se encaixam, é tradicionalmente feita de cobre ou latão, mas actualmente já é fabricada em alumínio e está disponível em várias dimensões.
Algum tempo depois de (finalmente!) ter comprado uma cataplana, quis preparar uma primeira receita com ingredientes que tenho habitualmente em casa e ao mesmo tempo que pudesse ser preparada de forma rápida.
Decidi-me então por tamboril e delícias do mar, mas se preferirem podem usar outro tipo de peixe e adicionar marisco variado, assim como podem trocar o chouriço por linguiça ou mesmo bacon.




Ingredientes:
1 embalagem de cubos de tamboril
10 a 12 delícias do mar
3 c. sopa azeite
1 cebola
1 cebola roxa
3 dentes de alho
1 chouriço
1 pimento verde
1 pimento vermelho
1 pimento laranja
1 pimento amarelo
50ml vinho branco
Sal q.b.
Pimenta q.b
Coentros picados q.b.




Preparação:
- Tempere os cubos de tamboril com sal e pimenta, reserve.
- Corte as cebolas em meia-lua, pique os alhos, depois arranje os pimentos em tiras e corte o chouriço em rodelas.
- Na cataplana ou num tacho, deite o azeite e depois junte as cebolas, o alho e deixe refogar por 3 a 5 minutos.
- Adicione o chouriço e os pimentos, envolva, feche a cataplana e deixe cozinhar durante cerca de 8 minutos.
- Abra a cataplana, junte o vinho branco e o tamboril, volte a fechar e deixe cozinhar durante 10 minutos
- Rectifique os temperos, junte as delícias dor mar cortadas em pedaços e os coentros picados, envolva e feche a cataplana, deixe cozinhar por 5 minutos.
- Abra a cataplana e sirva com limão, fatias de pão e salada.




Nota:
Se quiser juntar batata, coza-as previamente, corte em rodelas largas e adicione juntamente com as delícias do mar.

26 maio, 2015

Escolha 3, pague 2!

Hoje, 26 de maio de 2015, é dia de MOMENTOS WOOK




A promoção é válida para encomendas registadas entre as 00h00 e as 23h59 do dia 26-05-2015, numa seleção de mais de 1 milhão de produtos assinalados com o símbolo dos Momentos Wook. 
Por cada compra de três livros um deles é oferta, desde que todos tenham o símbolo da promoção e até ao máximo de três ofertas por encomenda. 
Os livros oferecidos serão sempre o de menor valor.
Vejam tudo aqui!

Semanas Gastronómicas em Arraiolos

Pelo 16º ano consecutivo, os restaurantes do concelho de Arraiolos elegeram o Borrego como matéria-prima principal, durante o mês de Abril.
Foram 19 os restaurantes do concelho que receberam todos os que quiseram desfrutar de sabores tradicionais da gastronomia com esta carne e outros produtos regionais. Desde o ensopado de borrego, assado de borrego, costeletas de borrego confeccionadas de diversas formas, borrego à hortelão com migas de tomate, febrinhas de borrego de jardineira, são alguns dos muitos pratos que foram saboreados.


O restaurante escolhido para nos receber nesta visita gastronómica foi  "O Alpendre", um restaurante típico em Arraiolos, com uma decoração tipicamente alentejana e rústica, um atendimento informal e caloroso.

A refeição iniciou-se com uma selecção de entradas: queijo, enchidos, frutos secos e marmelada, salada de cogumelos e de polvo, pão alentejano.

Seguiram-se os pratos principais: costelas de borrego, cozinhadas de várias formas, acompanhadas por migas de espargos e um vinho tinto alentejano.
Carne tenra e suculenta, que se desfaz na boca e com tempero apurado, provavelmente as melhores costeletas de borrego que já comi até hoje!


Lamento que a apresentação e consequentemente a foto não favoreçam, mas este pratinho recheado de vários doces típicos do Alentejo, era uma verdadeira homenagem à pura gula... Gostei especialmente da Sericaia com ameixa de Elvas e da sopa dourada.



As Semanas Gastronómicas são uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Arraiolos que pretende proporcionar aos visitantes que gostam de boa comida a melhor gastronomia da cozinha alentejana com produtos Arraiolenses, nomeadamente carne de vitela certificada da região.

As “Semanas da Vitela”, integrado nas anuais Mostras Gastronómicas do concelho, decorrem entre 23 de Maio a 10 de Junho, coincidindo com a iniciativa “O Tapete está na Rua”.
A “Semana das Sopas Alentejanas” (25 de Julho a 9 de Agosto), a 16ª Mostra Gastronómica, bem como a Feira do Tapete de Arraiolos e o 8º Festival da Empada (de 30 de Outubro a 8 de Novembro), são as próximas iniciativas gastronómicas a realizar no Município.

25 maio, 2015

Pizza de tomate e azeitonas

Esta semana começa com uma pizza!
Adoro estar sempre a fazer pizzas diferentes e gosto especialmente daquelas que faço de improviso, muitas vezes aproveitando ingredientes que são sobras de outras receitas.
No que toca a pizzas, acredito sinceramente que quanto mais simples e frescos os ingredientes melhor será o resultado final.
Nada melhor para começar a semana, ou em qualquer dia da semana, que uma receita simples, leve e muito saborosa.




Ingredientes:
Massa de pizza
2 c. sopa Polpa de tomate refogado Compal da Horta

1 embalagem de Limiano ralado 
Tomate mini chucha ou cereja q.b.
Azeitonas pretas ás rodelas q.b.
Oregãos q.b.
1 fio de azeite




Preparação:
Pré-aquecer o forno a 200º.
- Na massa de pizza, espalhe polpa de tomate, depois distribua o queijo ralado e por cima coloque o tomate e as azeitonas, polvilhe com oregãos e deite um fio de azeite.

- Levar ao forno durante cerca de 8 a 10 minutos.
- Retire do forno e sirva.



23 maio, 2015

My Restaurants by Zomato

Já nem me lembro muito bem como descobri o Zomato... provavelmente porque estava a pesquisar algum restaurante.
Por "culpa" desta paixão pela comida e pela descoberta de novos sabores, da pesquisa a começar a escrever as minhas reviews foi um passo e nunca mais parei, sem dar conta já se passou mais de um ano e "bichinho" continua...

Pelo blog já são mais de 50 as  reviews publicadas, mas no Zomato já são quase 180 reviews e perto de 1000 fotos publicadas... e tenho a certeza que não vou ficar por aqui!




Foi com muito entusiasmo que recebi um convite para elaborar uma lista, dentro de um tema à minha escolha, dos meus 20 restaurantes preferidos e quem acompanha o blog não ficará de todo admirado em saber que o tema que escolhido foi "Sabores do Mundo" e dentro dessa lista encontram comida de todos os cantos do Mundo!

Para ficarem a conhecer as minhas escolhas basta acederem a este link, clicarem na imagem acima ou se preferirem no banner fofinho ali ao lado!

22 maio, 2015

Sugestão para o fim de semana #15



As “Semanas da Vitela”, integrado nas anuais Mostras Gastronómicas do concelho, decorrem entre 23 de Maio a 10 de Junho, coincidindo com a iniciativa “O Tapete está na Rua”.
A iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de Arraiolos que pretende proporcionar aos visitantes que gostam de boa comida a melhor gastronomia da cozinha alentejana com produtos Arraiolenses, nomeadamente carne de vitela certificada da região
As ofertas gastronómicas, elaboradas por mãos experimentadas no tempero, em que têm como ingrediente principal a vitela não se irão esgotar: Mão de Vaca, Vitela de Caldeirada, Peitos de Vitela na Brasa com Esparregado, Posta à Alentejana com Migas à Carvoeiro, Bife de Vitela na Caçarola, Escalope de Vitela recheado com cogumelos, Naco de Vitela com Migas de Hortelã, Ganso de Vitela com Castanhas são alguns dos exemplos de iguarias disponíveis nos 19 restaurantes aderentes.
Os restaurantes participantes no evento em Arraiolos são: Café Restaurante “O Alentejano”, “O Pelourinho”, o Restaurante “A Moagem”, “O Cantinho do Giovanni”, o Restaurante Típico “O Alpendre”, Café Snack Bar “O Gingão”, Restaurante Bar “Wine’Arte”, Pousada Nossa Senhora da Assunção, “A Paragem” – Vinhos & Petiscos e Snack-Bar “El Gordito”.
Na localidade de Igrejinha: Restaurante “A Horta”. Freguesia de Sabugueiro Café “O Camponês”. Em Santana do Campo: Restaurante “Rédeas Curtas”. S. Pedro da Gafunheira: Restaurante “O Parque”. S. Gregório: Café “O Telheiro” e em Vimieiro: Restaurante “Antiga Moagem”, “Novo Dia”, “Planície Dourada” e “Flor do Alentejo”.



A Câmara Municipal de Arraiolos organiza na Casa do Alentejo em Lisboa, de 22 a 23 de Maio, uma mostra de tapetes e provas da gastronomia local, promovendo antecipadamente a iniciativa anual “O Tapete Está na Rua”, este ano agendado entre 5 e 10 de Junho.
Na ocasião, vai estar presente o maior tapete de Arraiolos do mundo, feito naquela vila, com 120 metros quadros e 4,5 milhões de pontos.
Oportunidade única para os lisboetas e visitantes admirarem o labor arraiolense na manufacturação de tapetes e degustarem iguarias locais, como as afamadas empadas e os vinhos únicos daquela região.


A 5ª edição da Rota de Tapas Estrella Damm regressa a Lisboa e ao Porto de 21 de Maio a 7 de Junho.
O bairro da Madragoa junta-se às já habituais zonas históricas dos bairros de Lisboa e do Porto: Cais do Sodré, Rossio, Alfama, Bairro Alto, Príncipe Real, Baixa do Porto e Ribeira, prontas para 18 dias onde a palavra de ordem é tapear.
Durante a Rota de Tapas Estrella Damm poderá percorrer os 52 estabelecimentos aderentes em Lisboa e os 29 estabelecimentos no Porto, onde encontrará tapas de elevada qualidade, inovadoras e especialmente confecionadas com Sabores da Terra e do Mar para esta 5ª edição, harmonizadas com uma cerveja Estrella Damm 0,25l, a um preço de fixo de 3€.

Em Lisboa, e antes de se aventurar no mundo dos petiscos e da verdadeira tradição cervejeira, descubra tudo sobre os restaurantes aderentes. Para ajudar na descoberta e evitar que percorra a cidade com fome e sem rumo, a Zomato criou uma página dedicada ao evento, que reúne informação sobre todos espaços que fazem parte da Rota de Tapas Estrella Damm – desde fotos, menus do evento, localização e opiniões. Seja marisco, peixe, queijos, enchidos ou carne, escolha as combinações que mais lhe despertam o paladar e desfrute de momentos divertidos com os amigos.



As tasquinhas gastronómicas, com queijo, mel, doçaria e sopa caramela, são presença assegurada na sexta edição do certame organizado pela Junta de Freguesia de Azeitão com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, de entrada gratuita, a realizar no “rossio” de Vila Nogueira de Azeitão.
O programa do certame inclui visitas guiadas à Casa-Museu José Maria da Fonseca, nos dias 23 e 24, sempre às 11h30. A iniciativa, para a qual deve ser feita reserva através do número de telefone 212199930, inclui a prova de dois vinhos produzidos naquela adega de Azeitão. 
O evento conta com animação musical, actividades para os mais novos, exposições, entre outros.

Caril de vaca com especiarias

Já tive uma fase em que comprava bastantes livros de culinária, algo que ultimamente tenho feito com menos frequência, e se existem livros que marcamos uma série de receitas ou porque as queremos fazer ou porque nos inspiram para fazer receitas diferentes, também existem aqueles livros que são interessantes mas que por algum motivo ficam meio "esquecidos" na estante...
E foi exactamente o que aconteceu ao livro "Apetite Saudável" de Gordon Ramsay, nem sei bem explicar porquê já que sempre que faço qualquer receita deste chef o resultado é fantástico!
Quando voltei a folhear este livro e me deparei com uma receita de caril, uma receita simples de preparar mas recheada das minhas adoradas especiarias, soube logo que tinha de experimentar.
Este caril tem a particularidade, na sua receita original, de ser preparado com caldo de vaca o que o torna óptimo para quem procura alternativas ao leite de coco, ainda que pessoalmente prefira sempre usar o leite de coco quando faço caril.
Posso garantir que este é um caril que depois de o provarem não esquecerão com facilidade.




Ingredientes:
1kg carne de vaca para estufar em cubos
2 c. chá garam masala
1 iogurte natural
30g óleo de coco
2 cebolas picadas
3 dentes de alho picados
2cm de gengibre, ralado
2 c. sopa Polpa de tomate Compal da Horta
1 lata de tomate em pedaços
400ml leite de coco ou caldo de vaca
4 vagens de cardamomo verde
12 folhas de caril
2 c. chá sementes de coentros
2 c. chá sementes cominhos
2 c. chá caril
1 c. chá açafrão
Pimenta q.b.
Sal q.b.
Coentros picados q.b.




Preparação:
- Tempere a carne com sal e pimenta, depois polvilhe com garam masala, junte o iogurte e misture. Deixe a marinar no frigorífico pelo menos 30 minutos.
- Numa frigideira, torre as sementes de coentros e de cominhos até que libertem aroma. Depois, num almofariz ou usando um moinho, junte um pouco de sal, e triture até que fiquem em pó, adicione o caril e o açafrão. Reserve.
- Num tacho ou panela, aqueça metade do óleo de coco e junte as cebolas, alhos, gengibre ralado, sal e pimenta. Envolva e deixe refogar durante cerca de 10 minutos.
- Adicione o resto do óleo de coco e a mistura de especiarias reservada, deixe ferver por 2 a 3 minutos, mexendo sempre.
- Junte a polpa de tomate e uma pitada de açúcar, mexa até que as cebolas fiquem levemente caramelizadas. Junte a lata de tomate, o leite de coco, parte dos coentros picados, as vagens de cardamomo e as folhas de caril.
- Adicione a carne e envolva bem, depois tape parcialmente o tacho e deixe cozinhar lentamente, em lume brando durante cerca de 2 horas, até que a carne fique muito tenra.
- Sirva o caril polvilhado com coentros e acompanhado de arroz basmati.




Fonte - Receita adaptada do livro "Apetite Saudável".

21 maio, 2015

Peixe assado com presunto e legumes

Estes dias cheios de sol já vão pedindo algumas receitas mais simples e leves, mas por enquanto ainda não dispenso as deliciosas receitas preparadas no forno.
Há algum tempo que não fazia peixe no forno e já me andava mesmo a apetecer algo do género... e de preferência, acompanhado por batata, já que é um dos meus acompanhamentos preferidos.
Tinha no frigorífico algum presunto que tinha sobrado de outra receita e decidi aproveitar para juntar ao peixe e assim dar-lhe mais sabor, mas em alternativa podem usar bacon.
Basta escolherem um peixe ao vosso gosto, arranjar de forma a colocarem o presunto, juntarem alguns dos vossos legumes preferidos (ou que simplesmente tenham sobrado de outras receitas), temperar a gosto... e têm uma receifão saudável e muito saborosa!




Ingredientes:
2 robalos
Fatias de presunto
1 cebola
3 dentes de alho
1 folha de louro
3 tomates
1 pimento verde
1 pimento vermelho
1 pimento amarelo
30ml vinho branco (opcional)
1kg de batata para assar
2 c. sopa azeite
Sal marinho tradicional Necton q.b.
Flor de sal Necton q.b.
Pimenta q.b.




Preparação:
- Num tabuleiro ou pyrex fundo, coloque um pouco de azeite.
- Lave bem a batata, depois seque e coloque-as no MicroCook ou noutro recipiente próprio para microondas. Reserve.
- Pré- aqueça o forno a 180º.
- Corte os tomate em pedaços, a cebola em meias-luas, os pimentos em tiras e esmague os alhos, coloque tudo no tabuleiro de forno, junte o vinho branco e tempere com sal marinho tradicional e pimenta.
- Faça uns golpes no lombo do peixe e coloque fatias de presunto nesses golpes.
- Coloque o peixe por cima dos legumes, tempere com sal marinho tradicional e pimenta, por cima deite um fio de azeite.
- Cubra o tabuleiro com uma folha de alumínio e leve ao forno durante 40 a 45 minutos.
- A meio do tempo, retire  a folha de alumínio e leve as batata aos microondas, na potência máxima, durante 15 minutos. Depois retire do microondas e deixe repousar durante 5 minutos.
- Tempere as batatas com azeite e flor de sal.
- Sirva.




Nota:
Pode substituir os 2 robalos por 2 douradas ou por um peixe maior, como a garoupa.

20 maio, 2015

Tagliatelle com presunto e tomate

Esta receita é um excelente exemplo do quanto uma receita simples, com poucos ingredientes e de preparação fácil, pode ser deliciosa.
Há espaço para todo o tipo de refeições: simples, reconfortantes, tradicionais, exóticas, extravagantes... basta escolher o melhor momento para cada uma.
Eu sou suspeita, mas só o facto de ser um prato de massa, já é um bom sinal... se a isso juntarmos o doce do tomate cereja e o salgado do presunto, cujos sabores são intensificados pelo facto de cozinharem no forno, então é certo que será uma refeição muito saborosa.




Ingredientes:
250g tagliatelle ou fettuccine
1 c. sopa azeite
2 dentes de alho esmagados
250g tomate cereja
100g fatias de presunto
Oregãos q.b
Parmesão ralado q.b.
Sal q.b.
Pimenta q.b.


Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Num recipiente de forno coloque o tomate, presunto e alho esmagado, regue com o azeite, tempere com pimenta e polvilhe com oregãos.
- Deixe cozinhar durante cerca de 10 minutos.
- Coza a massa em água abundante, durante cerca de 7 minutos e, quando estiver cozida, escorra e passe por água fria. 
- Coloque a massa numa taça com a mistura de tomate e presunto, sirva com mais oregãos e o parmesão ralado.




Fonte - Receita adaptada da revista Continente Magazine nº 52

19 maio, 2015

Um pequeno-almoço especial e a paixão pelo café

A Nespresso reforçou a gama Pure Origin no segmento profissional, lançando o Lungo Origin Guatemala e o Espresso Origin Brasil que agora se juntam ao Ristretto Origin India.
Para os verdadeiros apreciadores de café, já é possível encontrar fora de casa (hotéis, restaurantes, etc) um café mais adequado ao nosso perfil e gosto pessoal.
Para a maioria de nós, o ritual do café começa logo pela manhã, e foi assim que estes novos cafés foram apresentados: durante um deliciosos pequeno-almoço no Feitoria - Altis Belém.



Os dois novos Pure Origin reflectem bem as características dos seus locais de origem.
 O Lungo Origin Guatemala (Robusta) é um café intenso e elegante, com uma intensidade de nível 6, contrariando a ideia generalizada de que um café Lungo é demasiado subtil; por sua vez, o Espresso Origin Brazil (um puro Arábica) é bastante suave e adocicado, de intensidade nível 4.
Foi muito interessante perceber como é feita a selecção e colheita dos grãos de café nos países de origem e também compreender melhor como um café deve ser degustado e perceber as diferentes notas: o amargo, doce, ácido. Após a apresentação destes novos Grands Crus, com a respectiva prova de degustação, seguiu-se o pequeno-almoço em que alguns dos seus elementos tinham café como parte dos ingredientes.

Começámos por um cappucino de chocolate, suave e cremoso, acompanhado de uma outra gulodice que era uma colher feita de chocolate... perfeito para gulosos! 

Depois, seguiu-se um elemento salgado, croissant de cogumelos com café, a massa folhada mais leve e com menos gordura que o habitual, com um recheio delicioso e o pó de café como toque final. 

De seguida, um bolo ópera, muito rico e decadente, com um sabor intenso de café, para mim sem dúvida o que mais se destacou entre todos. 

Para terminar, e acompanhado de café, um macarron de chocolate, que faz as delícias de qualquer viciado em chocolate (ou macarrons!).


Click to add a blog post for Feitoria Restaurante & Wine Bar - Altis Belém Hotel & Spa on Zomato

18 maio, 2015

Grão "pipoca"

Há ingredientes que temos sempre na nossa casa e que são úteis nas mais diversas situações, desde as ervas aromaticas e legumes frescos para uma salada, fruta sumarenta para uma entrada diferente ou sobremesa leve, ou as indispensáveis conservas e que dão uma ajuda das refeições principais, quando recebemos visitas ou simplesmente quando apetece um snack ou guloseima diferente.
Para mim, é indispensável ter sempre grão na despensa! Combina com quase tudo: sopa, saladas, bacalhau... ou algo como a receita de hoje e que tanto pode ser uma entrada, um acompanhamento ou uma guloseima salgada.


 


Ingredientes:
2 latas de grão Compal da Horta
1 c. chá paprika
1 c. chá paprika fumada
2 c. chá cominhos
Azeite q.b.
Sal marinho Necton q.b.


Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Escorra o grão e de seguida seque-o usando papel de cozinha.
- Coloque o grão num tigela, envolva-o com as especiarias, azeite e sal.
- Forre um tabuleiro com papel vegetal e coloque o grão numa única camada, leve ao forno durante 30 minutos, mexendo ocasionalmente.
- Sirva como entrada ou acompanhamento.


17 maio, 2015

Madalenas de baunilha e limão com sementes de papoila para o World Baking Day

Hoje, celebra-se mais um World Baking Day!
Este é já o 3º ano que participo, todos os anos tenho tentado elaborar algo diferente e sair da minha zona de conforto: em 2013, preparei estas sandes de bolacha e gelado; em 2014, idealizei usn cupcakes diferentes e o resultado foram estes cupcakes delícia de rosa, e para este ano decidi fazer algo que nunca tinha feito: madalenas.
As madalenas (ou madeleines, em francês) são pequenos bolos, em forma de concha, originários de França e tradicionalmente são feitos com farinha, açúcar, manteiga derretida e ovos, depois a massa é aromatizada com limão.
Perfeitas para terminar um refeição com um simples café, para um lanche requintado ou simplesmente quando surge o desejo de comer algo doce, a melhor parte é que além das combinações clássicas podemos a recorrer a imensos ingredientes, alguns até banais, para criar sabores diferentes e únicos.
Há muito tempo que queria experimentar fazer estes delicados bolinhos, ainda mesmo antes de ter a forma própria para os preparar, mas sempre tive a ideia de que seria muito complicado... não podia estar mais enganada! É um facto que é necessária alguma paciência e cuidado na sua preparação, mas não é de todo um processo complicado... e no final, quando se olha para as lindas madalenas acabadas de preparar,




Ingredientes:
75g açúcar
3 ovos
75g farinha para bolos com fermento
1 c. chá aroma limão Vahiné
1 c. chá baunilha açucarada Vahiné
1 c. sopa sementes de papoila
75g Vaqueiro sabor a manteiga derretida




Outros:
Manteiga para untar q.b
Farinha para polvilhar q.b.
Açúcar baunilhado Royal para decorar (opcional)




Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Pincele a forma de madalenas com manteiga e depois polvilhe com farinha, reserve.
- No copo da Bimby, coloque o açúcar e os ovos, bata 5 min, Vel 3.
- Adicione a farinha, aroma de limão, a baunilha, as sementes de papoila e vaqueiro, programe 1min, Vel 2 para envolver e se necessário termine de o fazer usando a espátula.
- Divida o preparado pela forma, não enchendo totalmente e leve ao forno durante cerca de 15 minutos ou até que estejam cozinhadas e levemente douradas.
- Retire e deixe arrefecer um pouco antes de desenformar.
- Polvilhe com o açúcar baunilhado ou decore a gosto e sirva ainda mornas com chá ou café.





Preparação tradicional:
- Pré-aqueça o forno a 180º.
- Pincele a forma de madalenas com manteiga e depois polvilhe com farinha, reserve.
- Numa taça grande, bata o açúcar com os ovos durante cerca de 5 minutos ou até que a mistura fique pálida e espessa.
- Adicione a farinha, aroma de limão, a baunilha, as sementes de papoila e vaqueiro, e envolva todos os ingredientes delicadamente.
- Divida o preparado pela forma, não enchendo totalmente e leve ao forno durante cerca de 15 minutos ou até que estejam cozinhadas e levemente douradas.
- Retire e deixe arrefecer um pouco antes de desenformar.
- Polvilhe com o açúcar baunilhado ou decore a gosto e sirva ainda mornas com chá ou café.



Nota:
A forma utilizada foi a forma de Madalenas pequenas

15 maio, 2015

Pernas de pato no forno

Hoje trago uma estreia absoluta... no blog e na minha cozinha!
A minha mãe é aquilo que se pode chamar de "boa boca" no que toca a comida, no entanto se existe algo que ela não suporta é pato, pelo que era carne que nunca entrava lá em casa e que em restaurantes ou outras ocasiões poucas vezes comi. No entanto, e porque ao contrário da minha mãe, sou apreciadora desta carne, já há algum tempo que queria tentar fazer uma receita em casa.
Actualmente, é bastante fácil encontrar esta carne nos super e hipermercados e inclusive é possível encontrar desde o pato inteiro, às moelas, às pernas e aos peitos, sendo que normalmente o peito se vende à unidade e as pernas aos pares. Sendo uma carne um pouco mais cara que o habitual frango ou perú e porque a sua cozedura é demorada, não é uma refeição para todos os dias, é ideal para uma ocasião especial ou um jantar a dois.
Para esta estreia na minha cozinha, decidi-me por uma combinação de sabores clássica: laranja, mel e mostarda, que foi um verdadeiro sucesso e tenho a certeza que irei cozinhar pato com mais frequência a partir de agora.




Ingredientes:
2 pernas de pato
Sumo de 2 laranjas
2 c. sopa de mostarda
2 c. sopa de mel
Sal marinho tradicional Necton q.b.
5 Bagas Margão q.b




Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 200º.
- Num pyrex ou tabuleiro fundo, coloque as pernas de pato e tempere com sal e pimenta.
- Numa taça, coloque o sumo de laranja, a mostarda e o mel, envolva bem e depois junte esta marinada às pernas de pato.
- Tape com folha de alumínio e leve ao forno por 1 hora.
- Depois, retire a folha de alumínio e deixe cozinhar por mais 30 a 45 minutos.
- Acompanhe com salada e arroz branco ou batata assada.


Para acompanhar este prato recomendo Reserva de Monte Seis Reis