09 novembro, 2017

Outono em Tavira

Mais uma vez, fomos até ao Algarve, desta vez até à pitoresca cidade de Tavira.
Uma admirável beleza natural, arquitectura rica e cheia de história, e uma gastronomia invejável, fazem de Tavira um destino muito convidativo.
Desde as ruas junto ao rio Gilão, ruas estreitas e edifícios tradicionais, monumentos históricos e numerosas igrejas, a ponte romana e as muralhas do Castelo, os encantos da Ria Formosa, a par da deliciosa gastronomia onde se destaca o peixe fresco e marisco, a par das inúmeras receitas de polvo, fazem desta bela cidade histórica muito mais do que um simples destino de praia.






No centro de Tavira, temos o Jardim do CoretoMercado da Ribeira, o rio Gilão e a Ponte Romana de Tavira.
Junto à ponte romana encontra-se o Jardim do Coreto, espaço onde se realiza um pequeno mercado com destaque para os produtos regionais; no fim do jardim, está o Mercado da Ribeira, que foi totalmente renovado e conta agora com várias lojas e restaurantes.
Provavelmente o mais reconhecido símbolo de Tavira, a Ponte Romana sobre o rio Gilão, situada mesmo no centro da cidade esta ponte une as duas margens do rio Gilão, é um ponto de visita obrigatório.
Para terem uma vista de 360 graus sobre Tavira, recomenda-se uma visita à Torre de Tavira, onde na Camera Obscura, uma viagem guiada a partir de uma câmara fotográfica gigante, utilizando um princípio óptico simples, composto por um espelho e dias lentes, já usado por Leonardo Da Vinci.
E para quem quiser conhecer mais sobre o passado desta cidade, visite o Museu Municipal e Núcleo Museológico Islâmico, acolhe um vasto e diversificado espólio arqueológico de época islâmica.




Percorrendo as ruas de Tavira, destacam-se as várias igrejas, onde se destacam a Igreja da Misericórdia, a Igreja de Santa Maria do Castelo e a Igreja de São Francisco e o Castelo de Tavira.
A Igreja de Santa Maria do Castelo, igreja matriz de Tavira, terá sido construída no século XIII, aquando da conquista da cidade de Tavira aos mouros sob iniciativa da Ordem de Santiago para substituir a mesquita árabe aí existente. 
Junto à Igreja de Santa Maria do Castelo, encontra-se o Castelo de Tavira que terá sido conquistado aos muçulmanos por volta de 1240, pelas forças de D. Paio Peres Correia, Mestre da Ordem de Santiago. Actualmente, as duas muralhas encontram-se rodeados de um bonito jardim, e a partir das suas muralhas e da sua torre octogonal é possível admirar uma maravilhosa vista sobre toda a cidade. 
A Igreja de São Francisco, também designado como Convento de São Francisco, é uma igreja de estilo gótico e barroco, de que se destacam as duas cúpulas no seu topo. No seu interior, podemos observar imagens da Nossa Senhora da Conceição e da Semana Santa (Procissão das Cinzas), tal como duas antigas capelas de características góticas.
A apenas 3km de Tavira, está a aldeia de Santa Luzia, um aldeia de pescadores conhecida como a capital do polvo. Vale a pena passear junto à ria onde podemos ver os barcos dos pescadores.


1 comentário:

  1. Que fotos fantásticas!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar