27 fevereiro, 2018

El Clandestino

É numa pequena rua do Príncipe Real que o México e o Perú decidiram marcar encontro, chama-se El Clandestino, e promete levar-nos uma viagem.
O ambiente é divertido e descontraído, colorido e barulhento; o espaço é moderno e cosmopolita tem pormenores de decoração fantásticos como como a recriação de uma favela feita com caixas de madeira pintadas ou o pátio interior com pinturas a recriar um cemitério mexicano. Entre outros pratos, carta divide-se entre ceviches e tacos, e acredite vale a pena experimentar os tacos e não deixem de provar os churros à sobremesa.
Menos bom: o facto de se poder fumar no pátio interior (quem fica sentado próximo da porta sente nitidamente o cheiro e é desagradável), e o atendimento distante.



Começamos por pedir o Ceviche de Vieiras e e Queso fundido.
O ceviche com vieiras, manga e alga wakame, é muito fresco e saboroso, com notas doces e cítricas; o queso fundido que é queijo cheddar derreito com pimentos jalapenos, malagueta e cebolinho é uma entrada deliciosa, apenas levemente picante.



A lista de bebidas é extensa e variada, com diversos cocktails, tequillas e outras bebidas.
Pedimos Pisco Sour e Chilcano, e confesso que ambos ficámos desiludidos... embora agradáveis, achámos que faltava alguma intensidade no que toca a sabor. Mais tarde, decidimos experimentar outras bebidas e embora melhores também não convenceram totalmente.




Fã de comida mexicana que se preze gosta de tacos e foi isso mesmo que escolhemos: Pastor, Clandestino, Cerdo e Magré.
O pastor tem carne de porco, abacaxi, cebola e coentros, o mais picante dos tacos que escolhemos mas exactamente aquele picante que dá vontade de comer e repetir; o clandestino é composto por língua de vaca, cebola e coentros, levemente picante, com a carne tenra e suculenta a desfazer-se na boca; cerdo é um taco de barriga de porco cozinhado a baixa temperatura com chutney de laranja, é absolutamente divinal; e o magré com peito de pato salgado, pimentos e redução de ostras, embora saboroso não se aproxima sequer dos restantes e infelizmente foi servido frio.

Para terminar, Jardim de Churros.
Traduzindo: chocolate em duas texturas, amendoim caramelizado, espuma de pimento e malagueta e churros. Uma apresentação divertida e original, os churros são estaladiços por fora e macios por dentro e o molho de chocolate é viciante!



El Clandestino Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Sem comentários:

Publicar um comentário