14 outubro, 2016

Visita à Adega Mayor

Localizada junto às vinhas, na Herdade das Argamassas, a Adega Mayor é o sonho antigo do Comendador Rui Nabeiro tornado realidade pelas mãos do arquitecto português Siza Vieira, um projecto que pretende colocar Campo Maior na rota internacional do Enoturismo, uma homenagem à arquitectura do vinho e da vida. 
Lá dentro tudo é pensado ao pormenor e em cada passo descobrem-se as simetrias, as linhas minimalistas, os espaços despidos de obstáculos, a discrição da iluminação, a amplitude das áreas de trabalho, e no exterior o enquadramento faz uma verdadeira homenagem à paisagem, com um horizonte a perder de vista.






Os cachos são colhidos à mão e depositados em caixas, sendo rapidamente rebocados para a adega. Aí, numa mesa de escolha, uma equipa altamente qualificada faz uma minuciosa selecção de uvas, que vão vinificar recorrendo ao mais moderno equipamento e tecnologia enológica. Entre as variedades de uvas cultivadas, Trincadeira, Aragonês, Touriga Nacional, Syrah, Petit Verdot, Castelão e Alicante Boushet destacam-se nos vinhos tintos e Arinto, Fernão Pires, Roupeiro, Verdelho e Antão Vaz nos vinhos brancos.



Uma das minhas partes preferidas durante a visita foi sem dúvida a cave das barricas.
É neste local, que impressiona pela sua amplitude e pé alto, que os vinhos estagiam até atingirem a  estrutura ideal.
É também aqui que se encontram guardados alguns exemplares dos primeiros vinhos lançados.



No último piso, onde nos podemos deslumbrar com uma vista magnífica da planície alentejana, é também o local onde correm as provas.
Houve oportunidade de degustar vários vinhos, das várias gamas da adega, entre brancos, tintos, rosé e espumante, acompanhados de deliciosas tapas. É sempre uma experiência interessante tentar captar os aromas e sabores de cada vinho e tentar identificá-los.
Um dos pormenores que mais apreciei é o facto de cada garrafa, cada rótulo e cada nome escolhido para cada vinho ter sempre uma história por trás.


Para agendar a visita à Adega Mayor basta visitar o site e preencher um dos formulários.

1 comentário:

  1. Uma visita a essa adega deve ser muito interessante, só a vista :)

    ResponderEliminar