07 abril, 2020

15 livros que vai querer ler

Já que a maioria de nós está em isolamento, talvez seja a altura ideal para ler mais! 
Tanto podemos reler um dos nossos livros preferidos, finalmente ler aquele livro que nos ofereceram ou aproveitar para escolher um livro novo. E quando não podemos sair de onde estamos, os livros podem levar-nos a descobrir, pessoas, culturas e cidades distantes, um mundo de cores, cheiros e sabores novos para desvendar.
Hoje deixo-vos 15 livros, desde clássicos, policial e thriller (os meus preferidos!), gastronomia e lazer, ou desenvolvimento pessoal. E para os que preferem o formato digital, não deixem de ver as promoções em ebooks.



1984de George Orwell
1984 oferece hoje uma descrição quase realista do vastíssimo sistema de fiscalização em que passaram a assentar as democracias capitalistas. A electrónica permite, pela primeira vez na história da humanidade, reunir nos mesmos instrumentos e nos mesmos gestos o trabalho e a fiscalização exercida sobre o trabalhador. O Big Brother já não é uma figura de estilo - converteu-se numa vulgaridade quotidiana.

Ensaio sobre a Lucidez, de José Saramago
Num país indeterminado decorre, com toda a normalidade, um processo eleitoral. No final do dia, contados os votos, verifica-se que na capital cerca de 70% dos eleitores votaram em branco.
Receoso e desconfiado, o governo, em vez de se interrogar sobre os motivos que terão os eleitores para votar em branco, decide desencadear uma vasta operação policial para descobrir qual o foco infeccioso que está a minar a sua base política e eliminá-lo. E é assim que se desencadeia um processo de rutura violenta entre o poder político e o povo, cujos interesses aquele deve supostamente servir e não afrontar.


O menino de Cabul, de Khaled Hosseini
No inverno de 1975, em Cabul, tudo o que Amir mais deseja no mundo é ganhar um concurso de papagaios para poder impressionar o seu pai, e Hassan, o seu amigo inseparável, está determinado a ajudá-lo. Mas, na tarde do concurso, um terrível acontecimento vai destruir os laços que unem os dois rapazes para sempre. E, mesmo quando a família de Amir é forçada a fugir do Afeganistão após a invasão soviética, Amir sabe que um dia terá de regressar à sua terra natal em busca de redenção.

O projeto Rosie, de Graeme Simsion
Don Tillman decide que está na hora de casar. Só falta escolher a mulher perfeita. Don é um professor de Genética brilhante mas, por ser pouco sociável, considera que a forma mais simples de encontrar uma companheira consiste em elaborar um questionário. Cria o algoritmo perfeito que permite excluir as candidatas inapropriadas e, assim, evitar incidentes como os que viveu no passado. Rosie Jarman, apesar de bonita e inteligente, tem todas as características que Don desaprova e é desqualificada de imediato. No entanto, Rosie procura Don por outros motivos e este aceita ajudá-la. Divertido e comovente, O Projeto Rosie demonstra que o amor desafia toda a racionalidade.


A viúva negra, de Daniel Silva
O lendário espião e restaurador de arte Gabriel Allon está prestes a tornar-se chefe dos serviços secretos israelitas. Porém, em vésperas da promoção, os acontecimentos parecem confabular para o atrair para uma última operação no terreno.
O ISIS fez explodir uma enorme bomba no distrito do Marais, em Paris, e um governo francês desesperado quer que Gabriel elimine o homem responsável antes que este ataque novamente.
A Viúva Negra é um thriller fascinante de uma chocante presciência. Mas é também uma viagem ponderada até ao novo coração das trevas que perseguirá os leitores muito depois de terem virado a última página.

A mulher ocultaKarin Slaughter
Maridos e esposas. Mães e filhas. o passado e o futuro. Os segredos unem-nos e os segredos podem destruí-los.
A autora do famoso Flores cortadas regressa com um eletrizante thriller, muito complexo emocionalmente, e que submergirá o protagonista nas obscuras profundidades de um caso que pode destruí-lo. A descoberta de um assassinato numa obra abandonada, conduz Will Trent e o Bureau de Investigação da Geórgia a um caso que se torna muito mais perigoso quando o cadáver é identificado como sendo o de um ex-polícia.

As dez figuras negras, de Agatha Christie
Em As Dez Figuras Negras, a Ilha do Negro, local sombrio e desde sempre povoado de mistérios, é palco de uma estranha e implacável forma de justiça, na qual as vítimas se encontram encurraladas pelas circunstâncias e o agressor é invisível e omnipresente. Na colecção das Obras de Agatha Christie iniciada por Edições ASA, este é o primeiro romance em que não figura nenhum detective ou personagem determinante para a (surpreendente) solução dos crimes.


A rapariga no gelo, de Robert Bryndza
Quando um rapaz descobre o corpo de uma mulher debaixo de uma espessa camada de gelo num parque do sul de Londres, a inspetora-chefe Erika Foster é imediatamente chamada para liderar a investigação. A vítima, uma jovem bela e rica da alta sociedade londrina, parecia ter a vida perfeita. No entanto, quando Erika começa a investigar o seu passado, vislumbra uma relação entre aquele homicídio e a morte de três prostitutas, encontradas estranguladas, com as mãos amarradas, abandonadas nas águas geladas de outros lagos de Londres.

Ao fechar a porta, de B. A. Paris
Quem não conhece um casal como Jack e Grace? Ele é atraente e rico. Ela é encantadora e elegante. Ele é um hábil advogado que nunca perdeu um caso. Ela orienta de forma esmerada a casa onde vivem, e é muito dedicada à irmã com deficiência. Jack e Grace têm tudo para serem um casal feliz. Por mais que alguém resista, é impossível não se sentir atraído por eles. a paz e o conforto que a sua casa proporciona e os jantares requintados que oferecem encantam os amigos. Mas não é fácil estabelecer uma relação próxima com Grace... Ela e Jack são inseparáveis.
Um thriller brilhante e perturbador, profundamente arrebatador, que se tornou num autêntico fenómeno literário internacional com publicação em mais de 35 países. A não perder!


Não há ninguém que precise mais de meditação do que as pessoas que não têm tempo para meditar. Estas pessoas ocupadas podem até ter experimentado fazer meditação, mas acabaram por desistir por lhes parecer muito difícil integrá-la num estilo de vida agitada.
Estratégias simples para reduzir a tensão, minimizar o stress crónico e relaxar rapidamente.

Deixar irde David R. Hawkins 
Em Deixar Ir - O Caminho da Entrega Plena, o Dr. David Hawkins revela um caminho para a liberdade pela qual ansiamos, mas que nos parece difícil de alcançar. Pode parecer contraintuitivo que tenhamos de «deixar ir» para chegar a um dado lugar; todavia, ele dá-nos a prova, com a sua experiência clínica e pessoal, de que a entrega é a via mais segura para a realização plena. Os princípios aqui descritos não são difíceis de entender nem de implementar. Não custam nada. Não requerem roupagem especial nem viagens a países exóticos. O principal requisito é a vontade de abandonarmos o apego pelo nosso atual modo de vida.


À descoberta de novos sabores, de Marisa Valadas
Inclui receitas tradicionais portuguesas, de inspiração indiana, italiana, mexicana e árabe, e dicas sobre os indispensáveis na sua cozinha, como armazenar as especiarias e onde comprar ingredientes mais saborosos.
Entradas, brunches, sopas, peixe, carne, sobremesas: ao folhear este livro irá encontrar receitas para todos os dias, para todos os momentos.


As mentiras da cosmética, de Beatrice Mautino
Somos diariamente inundados por todo o tipo de informação sobre cosméticos. A televisão bombardeia-nos com publicidade, as revistas promovem as últimas novidades em matéria de rímeis e champôs milagrosos e, em especial na Internet, deparamo-nos com artigos que despertam a nossa atenção para produtos e ingredientes que podem causar doenças. Como saber o que escolher?
Daquilo que aplicamos no corpo, sabemos apenas o que o marketing quer que saibamos, ou seja, pouco e nem sempre o que nos permitiria escolher de forma consciente. Infelizmente, é praticamente impossível obter informação fidedigna e esclarecida acerca dos cosméticos.

A bíblia dos cuidados da pelede Dra. Anjali Mahto 
A autora, uma conceituada dermatologista com anos de experiência, explica numa linguagem clara e acessível tudo o que há para saber sobre a pele, distinguindo também os mitos da realidade.
As sementes de chia não farão com que a sua pele brilhe e a água de lilases nunca vai reduzir as cicatrizes do acne. E quando se trata de escolher os produtos, os mais caros não são necessariamente os melhores!


E se o modo como vivemos estivesse programado para nos deixar infelizes? Toda a sociedade de consumo assenta na ideia de nos criar o desejo de ter o último modelo, em vez de nos contentarmos com o que temos; somos encorajados a sairmos de nós e a querermos outras vidas: uma receita quase infalível para a infelicidade. 
O mundo à beira de um ataque de nervos oferece uma visão pessoal e importante que procura compreender de que forma nos podemos sentir felizes, humanos e íntegros em pleno século XXI.

Sem comentários:

Publicar um comentário