06 janeiro, 2015

Santa Clara dos Cogumelos

Tenho imensas reviews de restaurantes para publicar, algumas delas já desde o Verão, e normalmente tento fazê-lo por ordem cronológica,  mas esta passagem de ano foi tão especial, que não resist a vir partilhar convosco.

A intenção de regressar a este restaurante concretizou-se para aquele que foi o último jantar do ano... e que jantar!
Um menu muito bem recheado pelo simpático valor de 30€ por pessoa (bebidas pagas à parte) era apelativo e os pratos ainda mais, mantendo sempre a temática dos cogumelos. O restaurante encheu, maioritariamente haviam casais e alguns pequenos grupos, música ambiente agradável, o espaço é acolhedor e intimista, as expectativas eram muitas.
O atendimento sempre muito simpático, informal q.b, organizado e atencioso.


Assim que nos sentamos, foi-nos servido o champagne e logo de seguida o paté de cogumelos e cesto de pão. 
O paté era de comer e chorar por mais, nem precisava de mais nenhuma entrada, mas mal terminámos e chegam os cogumelos panados com molho de iogurte e açafrão, os cogumelos estavam panados na perfeição, estaladiços por forma e firmes por dentro, o molho era delicioso e adorei o toque da pimenta rosa.
Seguiu-se um creme de cogumelos com espuma de alecrim, cremoso e suave, leve e reconfortante, gostei imenso e apenas gostava que o sabor do alecrim fosse ligeiramente mais acentuado.
Quando demos por isso, já estava na altura dos pratos principais: naco de atum em crosta de sésamo com cogumelos shitake e wellington de lombinho de porco fumado com cantherellus.
O naco de atum estava perfeito! Firme e suculento, cozinhado no ponto, foi um dos meus pratos preferidos da noite! 

Em comparação, o wellington ainda que bastante bom, achei um pouco mais fraco quer em sabor, quer no aspecto de a massa que envolvia a carne estar pouco estaladiça. Algo que o meu marido não reclamou, por isso talvez tenha tido azar e o meu prato tivesse mais molho.
Eis chegado o momento da sobremesa, definitivamente o prato que mais curiosidade me despertava pela sua excentricidade: meringata de diopiros cantharellus lutescens. Eu que nem sou grande apreciadora de dióspiro, tenho a dizer-vos que nao me importava nada de comer uma taça daquelas todos os dias!
O dióspiro desfeito e doce, o merengue leve e cremoso como uma nuvem doce e por cima os cogumelos... comi a minha taça com deleite e ainda roubei um pouco ao meu marido!


Definitivamente, um dos meus restaurantes preferidos!

5 comentários:

  1. A ver pelas imagens....deve ser ótimo!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Eu sei que ia gostar, adoro cogumelos, a sobremesa parece ser mesmo tentadora.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Hummm gosto tanto de cogumelos e essas imagens não poderiam ser mais apelativas.


    Beijinhos,
    Clarinha

    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/01/trufas-de-chocolate.html

    ResponderEliminar
  4. Os pratos tem otimo aspecto!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Todos os pratos estão muito giros e com bom aspeto! Achei piada à sobremesa :)

    ResponderEliminar