23 março, 2018

Sugestões para o fim de semana #42




Entre 23 de Março e 08 de Abril realiza-se a 4ª edição do Festival Internacional do Ouriço-do-Mar da Ericeira e, mais uma vez, é uma oportunidade ímpar para marcar um primeiro encontro com uma das iguarias marítimas mais desejadas do momento, aprofundar uma relação já existente – será possível ver de perto a forma como é cultivado, produzido e comercializado através de visitas e palestras com oradores especialistas – ou confirmar o compromisso com um produto que se vai amar para sempre.
O Festival Internacional do Ouriço-do-Mar da Ericeira pretende valorizar um produto muito especial que, cada vez mais, contribui para a chamada economia do mar ao estar relacionado com temas tão atuais e importantes como preservação de recursos, biotecnologia e biodiversidade. Mas, acima de tudo, a missão do festival é divulgar uma iguaria que, apesar de já estar no nosso coração, queremos sempre conhecer melhor.
Programa completo e restaurantes aderentes no site da Câmara Municipal de Mafra.


No dia 24 de Março realiza-se no Beatus, em Marvila, o primeiro evento de ano, organizado pela revista Paixão Pelo Vinho. A ‘Paixão pelo Vinho 2017 Awards & Wine Party’ será uma festa vínica aberta ao público, com prova de vinhos de excelência, que incluirá um ciclo de “Conversas com Enólogos”, petiscos, música e animação, e também a cerimónia de entrega de prémios aos produtores dos melhores vinhos provados no decorrer do ano passado.
Durante todo o evento os apaixonados pelo vinho poderão provar vinhos de excelência e novidades de muitos dos produtores premiados, cerca de 200 referências, que prometem deslumbrar. Não faltarão a música, os petiscos e outras surpresas.
Mais informações através do facebok.


De 23 a 25 de Março, Vinhos em Cena recebe também o que de melhor se faz a nível internacional no mundo ligado à vinicultura. Vai poder provar e descobrir a qualidade dos vinhos biológicos Sattlerhof, produzidos na Áustria pela família Sattler ou conhecer o conceito Italian/Portugal de António Rotundo, um italiano que adotou Lisboa como segunda casa e quer dar a conhecer os vinhos de qualidade que estão a ser feitos em 20 regiões italianas. 
Da Polónia chega-nos a tecnologia Tree Well, desenvolvida pela equipa do cientista polaco Stanislaw Lazarek, que integra dois luso-polacos, e que visa o tratamento e aproveitamento de água obedecendo aos princípios da economia circular, podendo ser usada em produções agrícolas, vinícolas entre outras. 
Programa completo e informações no site.

Sem comentários:

Publicar um comentário